Sabesp assume saneamento de Sto.André e anuncia mais R$ 17 milhões em obras

 Atendimento aos munícipes passa a ser realizado pelos telefones 195 e 0800 0119911; bairros como Recreio da Borda do Campo, Parque Miami e Vila Vitória serão beneficiados 

 

Anúncio de obras nesta quarta-feira foi feito pelo prefeito Paulo Serra e pelo superintendente da Unidade de Negócio Centro da Sabesp, Roberval Tavares de Souza. Foto: Divulgação/PSA-Helber Aggio

 

A Sabesp começou a operar oficialmente nesta quarta-feira (11/09) os serviços de água e esgoto de Santo André e anunciou o segundo pacote de obras para garantir o abastecimento aos moradores do município, orçado em R$17 milhões. Com o compromisso de pôr fim até o Natal deste ano aos problemas de falta d’água que afetam bairros da cidade, a companhia estadual vai implantar novas adutoras e ampliar as redes de água para atender cerca de 332 mil pessoas. Esses empreendimentos juntam-se ao primeiro lote de obras da Sabesp que já começaram e vão beneficiar outros 400 mil habitantes.

O prefeito Paulo Serra informou que duas Vans da Sabesp estarão na Estação de Trem Prefeito Celso Daniel, na rua Itambé, 87 e na rua Oliveira Lima, para esclarecer os moradores sobre os serviços que serão prestados pela Sabesp.

O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Os moradores de Santo André também podem entrar em contato com a Sabesp pelos telefones 195 (atende 24h) e 0800 0119911 (de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h, e aos sábados das 7h às 13h).

Obras

O anúncio de obras nesta quarta-feira foi feito pelo prefeito Paulo Serra e pelo superintendente da Unidade de Negócio Centro da Sabesp, Roberval Tavares de Souza. Uma das obras anunciadas começa no dia 18 de setembro, com a implantação de uma adutora – tubulação de grande porte – com extensão de aproximadamente 500 metros para atender a 280 mil moradores da região da Vila Vitória e do Jardim Miguel Ângelo. O término dos trabalhos está previsto para o final de novembro.

Já em 2 de outubro, a Sabesp iniciará a obra de duplicação da adutora também de 500 metros de extensão que abastece a área do Parque Miami e Recreio Borda do Campo, beneficiando outras 35 mil pessoas até o final de novembro. Também na região do Recreio da Borda do Campo a empresa terá o terceiro empreendimento deste pacote, com a implantação de redes de distribuição e ligações de água que vão beneficiar os 17 mil moradores que hoje não recebem abastecimento regular.

“A região do Clube de Campo, Recreio da Borda do Campo e Parque Miami vai viver um momento histórico com o fim do abastecimento por caminhão-tanque, melhorando a qualidade de vida de cerca de 17 mil moradores. Além da modernização na rede, os bairros receberão também melhorias por meio dos programas Rua Nova e Banho de Luz”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

A Sabesp disse que haverá 4 mil novas ligações, pois nessa região há muitos “gatos”. Ao ser questionado se aumentará a arrecadação com as novas ligações, o superintendente da Unidade de Negócio da companhia estadual informou que com a regularização os moradores passarão a receber contas. “Isso é questão de cidadania e também de saúde pública”, afirmou Roberval.

O prefeito também disse que a regularização também ajuda no combate ao desperdício da água que chega a 45%.

Mais obras

 

Segundo pacote de obras está orçado em R$ 17 milhões e foi divulgado na Vila Guiomar com a presença de várias autoridades. Foto: Divulgação/PSA-Helber Aggio

 

A Sabesp assinou o contrato com a Prefeitura de Santo André em 31 de julho e lançou o primeiro pacote de obras em 20 de agosto, com o início da duplicação da adutora que abastece o setor Erasmo Assunção. Em seguida, a companhia estadual começou a implantar redes de água no Parque América e a interligação da adutora Camilópolis ao Sistema Rio Claro. Esse pacote recebe investimentos soma R$ 21 milhões e beneficia cerca de 400 mil pessoas no total.

A companhia também está inovando na identificação de todos os seus empreendimentos na cidade: além das informações sobre o trabalho em execução, as placas nos canteiros de obras têm um QR Code pelo qual o cidadão pode utilizar o celular para acessar um vídeo com mais detalhes sobre a obra em questão.

Além das intervenções para ampliar o abastecimento de água, a Sabesp também executará obras que vão elevar o tratamento de esgoto do município dos atuais 42% para 75% em três anos. Esse trabalho vai melhorar as condições de córregos como Guarará e Carapetuba, levando mais qualidade de vida para a região. A Sabesp prevê a redução de perdas de 45% para 35% até 2022, economizando 2 bilhões de litros de água, volume que equivale ao abastecimento de 10 mil imóveis. O investimento no combate a perdas será de R$ 44 milhões.

O contrato de 40 anos prevê que os investimentos da Sabesp em Santo André serão de cerca de R$ 917 milhões durante o período. O município também vai receber da empresa recursos transferidos ao Fundo Municipal de Saneamento (FMSA) num total de R$ 622 milhões, o que eleva o investimento para R$ 1,539 bilhão.

O contrato com Santo André estabelece ainda que a dívida de R$ 3,4 bilhões do município com a Sabesp seja equacionada ao longo do período de prestação de serviço. Isso vai aliviar o caixa da prefeitura e permitirá que o município invista em outras áreas, como saúde, educação e transporte. A fiscalização do cumprimento do contrato será feita pela Arsesp (Agência Reguladora de Energia e Saneamento do Estado de São Paulo).

 

 

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*