S.Caetano vota nesta terça projeto do ensino médio e retirada do Consórcio

Câmara faz sessão extraordinária para apreciar projetos polêmicos; vereadores reservam período da tarde para votar Orçamento 2019

 

USCS vai ter colégio de ensino médio no ano que vem. Foto: Divulgação

 

A Câmara de São Caetano convocou sessão extraordinária para às 9h desta terça-feira (27/11) para votar projetos polêmicos de autoria do prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), entre eles o que autoriza a USCS (Universidade de São Caetano do Sul) a ampliar sua atuação de ensino médio. Atualmente, a instituição só possui ensino superior. Outra proposta que deve gerar muita discussão em plenário é o que trata da retirada do município do Consórcio Intermunicipal do ABC, entidade que envolve seis Prefeituras da região.

Desde outubro, o ensino médio tem provocado debates na cidade. Apesar de o prefeito ter emitido nota em que afirmava que o ensino médio nas três escolas Oscar Niemeyer, Vicente Bastos e Alcina Dantas Feijão seria mantido em 2019, não cumpriu integralmente a promessa e vai transferir o ensino da Vicente Bastos para a USCS. Já houve o comunicado aos professores.

Em outubro, houve protestos e paralisação de estudantes por conta desse estudo. O ABCD Jornal foi o primeiro a levantar esse projeto em que existia a intenção de passar tudo para a USCS, mas o governo recuou em parte.

Consórcio

Outro projeto a ser votado nesta terça é o que pede autorização aos vereadores para o município se desligar do Consórcio Intermunicipal do ABC. Esse é o terceiro município do ABCD a solicitar a retirada da instituição desde o ano passado, quando assumiu a presidência da entidade o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB). A região conta com várias Prefeituras. Auricchio alegou que a cidade não tem retorno em termos de investimentos.

No período da tarde, às 17h30, durante a sessão ordinária da Câmara será votado o Orçamento 2019.