10 de agosto de 2022

S.Caetano descentraliza testagem contra covid e disponibiliza 6 novos polos

Mais visitadas

Para realizar o teste, o morador deve realizar o agendamento pelo Disque Coronavírus, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

teste de covid
Prefeitura de São Caetano amplia estratégia de testagem contra a covid. Foto: Divulgação

Em live realizada nesta segunda-feira (23/5), o prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior, e a secretária de Saúde, Regina Maura Zetone, anunciaram a descentralização da realização de testes para covid-19. A partir desta terça-feira (24/05), os testes serão realizados nas seis unidades que têm horário estendido, as unidades Saúde Hora Extra, de segunda a sexta-feira, das 17h às 21h, e aos sábados, das 8h às 12h. o atendimento continua sendo realizado após cadastro no programa Disque Coronavírus.

Para realizar o teste, o morador deve realizar o agendamento pelo Disque Coronavírus, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelo telefone 0800-774-4002, ou a qualquer dia e horário pela plataforma coronasaocaetano.org. “Estamos atravessando um momento importante e de alerta, onde iniciamos o período de outono/inverno e, de forma geral, aumenta-se o número de doenças respiratórias. E, este ano, incluem-se os vírus da covid-19, a cepa Ômicron, trazendo mais um vírus com quadro gripal e que se soma aos que já temos normalmente, aumentando a demanda de atendimentos na nossa rede de saúde”, explicou Auricchio.

As síndromes gripais, como são chamadas as doenças respiratórias, têm sintomas muito parecidos com os da covid-19, da gripe influenza ou da gripe com adenovírus ou rinovírus. “São doenças que trazem sintomas e fazem as pessoas procurarem o pronto-socorro, aumentando o volume de atendimentos. Se compararmos os números antes da pandemia e agora, quadruplicamos a quantidade saindo de 1.200 mês para 5 mil ao mês, e 70% desses atendimentos são casos de síndromes gripais. Por conta disso, já ampliamos o número de médicos plantonistas no Hospital Márcia Braido”, complementou Regina Maura.

Descentralização

Com aumento de casos gripais, a procura por testes contra covid-19 também aumenta. Para desafogar a UBS Caterina Dall’Anese e ampliar o acesso da população, a partir desta terça-feira (24), as seis unidades de Saúde Hora Extra: UBSs Dr. Ivanhoé Esposito, Nair Spina Benedicts, Dolores Massei, Amélia Locatelli, além do Centro de Especialidades Médicas e do Centro Policlínico Gentil Rstom, farão testes para covid-19, após agendamento realizado pela plataforma do Disque Coronavírus.

Após acessar o Disque Coronavírus (0800-774-4002), de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, ou a qualquer momento, todos os dias da semana, pela plataforma coronasaocaetano.org, o morador fará um cadastro e preencherá um questionário. Será realizada uma triagem e um primeiro atendimento pelo serviço de teleorientação. Após a avaliação, os pacientes que estiverem dentro dos critérios serão encaminhados para uma das UBSs, onde farão o teste de antígeno.

A UBS Caterina Dall’Anese volta a atender no horário normal, das 8h às 17h. A Carreta da Saúde, ao lado do Hospital Municipal de Emergências Albert Sabin, continuará atendendo casos de síndromes gripais, todos os dias das 7h às 24h. O morador também tem disponível o serviço de orientação médica por Telemedicina no 0800-941-8543.

DISQUE CORONAVÍRUS

O programa teve início em abril de 2020, em parceria com a USCS e com o Instituto de Medicina Tropical da USP. Tornou-se referência nacional e internacional, sendo destaque nas principais emissoras do País e também na BBC, de Londres, e na Nature, uma das principais revistas científicas do mundo.

Em sua segunda fase, o programa realizou rastreamento de contactantes em ação que visava quebrar a cadeia de transmissões. Cada paciente que testasse positivo deveria indicar três pessoas que manteve contato, para que também fossem testadas. No período foram realizados 7.063 testes com 12,5% de positividade.

Com a ampliação dos espaços para testagem, inicia-se uma nova fase do programa, estratégia para ampliar o acesso da população aos testes covid, em um período onde os casos de síndromes gripais começam a aumentar.

O programa foi reconhecido, em julho de 2021, pela Organização Pan-Americana de Saúde no Brasil (OPAS/OMS) e pelo Ministério da Saúde como ação de excelência no combate à pandemia. Foram mais de 64,5 mil atendimentos durante todo o projeto, 44.549 testes realizados com 27,3% de taxa de positividade.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações