17 de setembro de 2021

S.Bernardo inicia Operação Pé D’Água à prevenção de riscos das chuvas de verão

Mais visitadas

Uma força-tarefa, com mais de 350 colaboradores para monitoramento de encostas, corpos d’água, vias e moradias, envolvendo as Secretarias do município que, após conclusão dos sistemas de drenagem, não registrou novos deslizamentos ou enchentes

Orlando Morando inicia Operação Pé D’Água à prevenção de riscos das chuvas de verão. Foto: Divulgação/PSBC-Gabriel Inamine

Hoje (02/12), o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando lançou nova edição da Operação Pé D’Água, realizada desde 2017 e que destaca competências para prevenir e agir contra os riscos à população, durante as intempéries climáticas. Liderada pela Defesa Civil, envolve as Secretarias da Saúde, Serviços Urbanos, Segurança Urbana, Habitação, Assistência Social, Transportes e Vias Públicas, Governo, Educação, Comunicação, Finanças, Meio Ambiente e Proteção Animal, Obras e Planejamento Estratégico, organizados em grupos de Trabalho, que seguirão até o fim do 1º trimestre de 2021.

Com essa força-tarefa, o poder Executivo tem o objetivo de continuar preservando vidas, além de proporcionar a cultura da autoproteção, ou seja, onde o munícipe se acostume cada vez mais a identificar condições de risco e a evitá-las.

“Nossa cidade está localizada em região propícia à mudanças atmosféricas bruscas, acompanhadas de precipitação bem maior para as chuvas. Por isso, mesmo contando com as avaliações de institutos de pesquisa meteorológicas, monitoramento das nossas equipes, seguimos mais expostos às intempéries. Por isso, instituímos a Operação Pé D’Água para nos apoiar especialmente durante o verão, quando recebemos os temporais. O reforço de cada Secretaria é fundamental para essa força-tarefa, pois nos permite identificar e evitar problemas, seja em locais íngremes ou à beira de córregos, ainda. Aproveitamos esse momento para realçar que é ainda fundamental a colaboração de todos, evitando acúmulo de lixo, construções ou estruturas irregulares, instalações inadequadas de energia elétrica ou outros que contribuam para riscos durante esse período”, reforça Orlando Morando.

Esse período de chuvas já foi de mais dificuldades e riscos à população de São Bernardo que, após a conclusão do Piscinão do Paço, dos sistemas de drenagem e da construção de encostas, já não registra deslizamentos ou enchentes.

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES – Uma das frentes de trabalho da Operação Pé D’Água são os mutirões de mobilização, nos quais colaboradores da Operação Pé d’Água, inclusive agentes comunitários de Saúde, já estão porta a porta compartilhando informações, com entrega de folhetos aos cuidados para esta estação. Nesta semana, a ação visita regiões do Ferrazópolis e do Montanhão (Novo Horizonte, Jesus de Nazareth, Jd. Regina, Jd. Limpão, Biquinha), Cafezais, além do Riacho Grande (Areião, SABESP, Vila dos Estudantes, Jurubeba e Lulaldo), entre outros pontos do mapeamento da Defesa Civil.

Fecha essa agenda às visitas para Vilas São Pedro, Grotão e Esperança, com expectativa de impactar diretamente mais de 235 mil habitantes. Essa ação já passou também pelos bairros do Pq. São Bernardo, Mininha, V. Vanguarda, V. Progresso, Nova Baeta, a Rua dos Vianas, Batistini , Jd. Skaff, Jd. Represa, Pq. Imigrantes, além do Grande Alvarenga (Pq. das Garças, Casas Fortaleza, Serro Azul, Pq. Esmeralda, Jd. Thelma/Jd. Cantareira, Laura II e João de Barro). Ao todo, serão 43 bairros vistoriados.

MONITORAMENTO – O Plano Preventivo e de Resposta da Operação Pé d’Água destaca níveis de atenção e de atividade que, dado volume de chuvas concentrado ou em vigência, aponta o alerta e o trabalho em campo. Por exemplo, 80 mm de água acumulados em 72h já denota atenção e, em caso de novas trombas d’água, sem intervalos, leva os profissionais dessa força-tarefa a acionarem as provisões, com mais agilidade. Além dessa Operação, o Paço Municipal pretende, com as mobilizações, materiais e informações à conscientização, estimular a colaboração ainda maior dos munícipes para evitar: cortes irregulares em terrenos; construções em aterros ou entulhos ou próximo de barrancos ou córregos; também não descartar itens ou entulhos em calçadas, ruas e seguir as datas e pontos de coleta da limpeza urbana; e ainda evitar plantio de árvores de grande porte ou de bananeiras, em encostas.

Além da Pé D’Água, a Defesa Civil reforça: ao identificar quaisquer riscos, é necessário acionar a corporação pelo número 199, que mantém atendimento 24h. Mais informações sobre podem ser acompanhadas nas redes sociais da Prefeitura https://www.facebook.com/prefsbc; https://www.instagram.com/pref_sbc/ ou pelo site oficial www.saobernado.sp.gov.br.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações