S.Bernardo apreende 2 mil produtos ilegais vendidos por camelôs na Marechal

Efetivo da Guarda Civil Municipal iniciou operação de fiscalização pela principal rua de comércio da cidade e surpreendeu ambulantes

 

Efetivo da Guarda Civil Municipal iniciou operação de fiscalização pela principal rua de comércio da cidade e surpreendeu ambulantes. Foto: Divulgação/PSBC

 

O primeiro dia efetivo da Operação “Patrulha de Natal”, de São Bernardo, liderado pela GCM (Guarda Civil Municipal) resultou na apreensão de 1.983 produtos sem nota fiscal, durante ronda inaugural, ocorrida neste sábado (30/11), pela Rua Marechal Deodoro, Centro, principal corredor comercial do município.

A equipe da GCM iniciou a força-tarefa no período da manhã, logo após os comerciantes ambulantes armarem suas estruturas para comercialização de produtos. Ao longo de quatro horas, o efetivo se deparou com os mais variados tipos de mercadorias sem procedência legal, como roupas, brinquedos, itens de informática, entre outros.

Na quinta-feira (28/11), o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, anunciou o começo de mais uma edição da “Patrulha de Natal”, que reforça a segurança nos locais que registram aumento no movimento de pessoas durante o fim de ano, como a Marechal Deodoro, Avenida Prestes Maia, Rua Jurubatuba, Avenida Faria Lima, Praça Santa Filomena e pólos comerciais dos bairros Rudge Ramos, Taboão e Demarchi.

“O objetivo é combater a criminalidade, de todos os tipos, para preservar a nossa população. O início desta operação comprova o nosso comprometimento com a segurança”, destacou o prefeito.

A “Patrulha de Natal” funciona com atuação diária, das 8h às 22h, por meio de patrulhas a pé, motorizadas, de bicicletas e bases comunitárias.

“Este período de festas precisa ser trabalhado com atenção, infelizmente. Contudo, São Bernardo tem garantido uma forma eficaz de proteção ao seu cidadão, desde o primeiro ano de gestão, com este patrulhamento”, comentou o secretário de Segurança Urbana, Coronel Carlos Alberto dos Santos. O material apreendido ficará em poder da Secretaria de Serviços Urbanos até que o proprietário apresente nota fiscal para recuperá-lo.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*