13 de agosto de 2022

Rodrigo Garcia e Orlando Morando anunciam R$ 75 milhões para o Alvarenguinha

Mais visitadas

Ao lado do prefeito prefeito de São Bernardo, governador também autoriza criação da maior AME do estado e dá início às obras do Viaduto Estaiado

Rodrigo Garcia e Orlando Morando
Rodrigo Garcia e Orlando Morando anunciam R$ 75 milhões para o Alvarenguinha. Foto: Divulgação/PSBC

O governador Rodrigo Garcia liberou neste domingo (26/06), em São Bernardo do Campo, a criação de um Ambulatório Médico de Especialidades (AME) na cidade e deu início às obras do Viaduto Estaiado Robert Kennedy/Piraporinha. Na ocasião, ao lado do prefeito Orlando Morando, o governador também liberou R$ 69,2 milhões para urbanização e revitalização ambiental do Núcleo Alvarenguinha, enquanto a Prefeitura autorizou mais cerca de R$ 6 milhões, totalizando R$ 75 milhões em investimentos nessa região.

A medida vai beneficiar mais de 1,3 mil famílias que residem no assentamento, que fica em área de Proteção e Recuperação dos Mananciais (APRM), às margens da Represa Billings. A parte da Prefetura será

“Vamos fazer aqui o AME mais desenvolvido, tecnológico e resolutivo do estado. Será também o maior. O AME que será instalado aqui será cirúrgico, em que a pessoa chega de manhã, faz a cirurgia e sai à tarde. Será muito importante para a população de São Bernardo do Campo”, destacou Rodrigo. “Esse será o maior AME do Estado, com alto desenvolvimento tecnológico e com um serviço bastante resolutivo para a população”, completou o novo governador.

As obras do AME terão início ainda neste ano. A unidade será implantada no antigo Pronto-Socorro Central municipal, uma área de 5 mil m², que passará por reforma realizada pela prefeitura. A previsão é que a obra seja concluída no segundo semestre de 2023 e o investimento será de R$ 20 milhões.

Viaduto

A principal função do Viaduto Elevado é servir de ligação direta entre os corredores Robert Kennedy, Couros e 31 de Março, interligando os bairros da região do Grande Alvarenga aos bairros da Paulicéia, Taboão e Rudge Ramos, sem necessidade de passarem pela área central da cidade. Com a nova interligação, haverá melhor distribuição no fluxo de veículos que utilizam a Avenida Fagundes de Oliveira, em Diadema, que constitui atualmente a única opção.

O investimento será de R$ 120 milhões, além de uma contrapartida da Prefeitura local no valor de R$ 13,3 milhões. No total, a obra contará com recursos de R$ 133,3 milhões.

Com previsão de tráfego de 20 mil veículos por dia, o elevado terá 760 metros de extensão, com duas faixas de rolamento em cada sentido, além de passagem para pedestres. O ponto mais alto do viaduto terá 50 metros de extensão. Também será executado recapeamento asfáltico no trecho da Avenida Robert Kennedy para o acesso ao viaduto. A obra deve gerar 3 mil empregos diretos e indiretos.

Núcleo Alvarenguinha

Rodrigo Garcia, orlando Morando e carla Morando
Obras vão beneficiar mais de 1,3 mil famílias que residem no assentamento, que fica em área de Proteção e Recuperação dos Mananciais. Foto: Divulgação/Governo do estado

A urbanização e revitalização ambiental do Núcleo Alvarenguinha será realizada pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) em parceria com a Prefeitura de São Bernardo do Campo, por meio do programa de Desenvolvimento Urbano (PDU) da Casa Paulista. O investimento total é de R$ 69,2 milhões, provenientes do Fundo Paulista de Habitação de Interesse Social (FPHIS), vinculado à Secretaria de Estado da Habitação.

As obras abrangem implantação de infraestrutura de água, esgoto, iluminação pública, drenagem, pavimentação e sistema viário, incluindo acesso à área. As intervenções visam potencializar a recuperação socioambiental do território, assegurando a conservação das bordas d’água, os remanescentes de Mata Atlântica, bem como os biomas mais impactados na região. Paralelamente, promoverá a convivência harmônica entre os modos de vida dos moradores e a preservação do meio ambiente.

A CDHU fará o trabalho técnico social para a mobilização comunitária necessária para a implementação da intervenção. O prazo para execução das obras é de até 18 meses contados a partir da data da assinatura do convênio.

A Prefeitura de São Bernardo do Campo será responsável por disponibilizar o diagnóstico e conjunto de estudos para subsidiar os projetos e a licitação das obras pela CDHU. Também deverá elaborar os projetos básicos e executivos das obras a serem executadas pela CDHU, além de promover a regularização fundiária conforme aprovações urbanísticas e ambientais.

Rodrigo Garcia e moradores do Alvarenguinha
Governador Rodrigo Garcia cumprimentou moradores do Alvarenguinha. Foto: Divulgação/Governo do Estado

Cerimônia

A cerimônia realizada neste domingo contou com as presenças da primeira-dama e deputada estadual Carla Morando e do vice-prefeito Marcelo Lima,

“É uma alegria sem tamanho poder dar início a esse processo de urbanização do Alvarenguinha, investimento que só está sendo possível graças à atuação da deputada Carla Morando e do nosso vice-prefeito Marcelo Lima, e da eficiência do novo governador Rodrigo Garcia. Sozinha, a Prefeitura não teria condições de arcar com uma obra dessa grandeza, por isso, a importância dessa nova gestão estadual, e da capacidade de investimento do Governo do Estado, que vem proporcionando inúmeras melhorias para São Bernardo”, disse o prefeito Orlando Morando.

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações