Ribeirão Pires registra primeiro óbito suspeito por coronavírus

Paciente, uma mulher de 67 anos, estava internada na UPA Santa Luzia

 

Paciente com suspeita de coronavírus, uma mulher de 67 anos, estava internada na UPA Santa Luzia Foto: Reprodução

 

A Prefeitura de Ribeirão Pires informa que foi registrado nessa quarta-feira (25/03) óbito supeito por coronavírus na cidade. A paciente, uma mulher de 67 anos, estava internada na UPA Santa Luzia. A Prefeitura encaminhou para análise do Instituto Adolfo Lutz amostra que será examinada para a verificação da suspeita – se é positiva ou negativa para coronavírus.

Todos os procedimentos de segurança e higiene foram adotados pela equipe da UPA para o atendimento da paciente, seguindo rigoroso procedimento de triagem e atendimento na rede municipal.

Ainda sobre o caso, circulou imagem da declaração de óbito da paciente em que consta a informação da causa da morte como “insuficiência respiratória aguda, doença pulmonar obstrutiva crônica, infecção viral COVID-19”. Não há, sem a comprovação de exame laboratorial, como confirmar o óbito por coronavírus. A referência da rede municipal de Ribeirão Pires para a realização desse exame é o Instituto Adolfo Lutz. A Secretaria de Saúde do município está tomando medidas em relação ao procedimento adotado para a emissão da declaração de óbito da paciente.

A Prefeitura lamenta o falecimento da moradora e se solidariza à família.

No município, entre moradores, foram registrados até o presente momento (25/03) 1 caso positivo de coronavírus, 12 casos descartados e 27 casos suspeitos que seguem em análise. O caso confirmado positivo pelo Instituto Adolfo Lutz é de uma mulher, 38 anos, que atua em unidade de Saúde em São Paulo. A paciente já teve alta e cumpre quarentena em sua residência.