11 de abril de 2021

Ribeirão Pires fecha parques e adia aula presencial em escolas estaduais  

Mais visitados

Prefeitura intensifica medidas de enfrentamento e controle da disseminação do coronavírus

Prefeitura de Ribeirão Pires publicou nesta sexta-feira Decreto Municipal que estabelece o fechamento dos parques municipais, Foto: Divulgação/PRP

 

 

A Prefeitura de Ribeirão Pires publicou nesta sexta-feira (26/02) Decreto Municipal (N° 7.116/2021) que estabelece o fechamento dos parques municipais, entre outras medidas, a partir deste sábado (27/02).

Até o dia 15 de março, o Parque Pérola da Serra – localizado no Jardim Pastoril, e Parque Oriental – no bairro Estância Noblesse, estarão fechados para visitação.

“Estamos seguindo todas as medidas necessárias para controlar a disseminação da doença em nossa cidade Coloco toda a minha equipe da SEJEL à disposição da Secretaria de Saúde, caso necessite de apoio neste momento”, afirmou Claurício Gonçalves Bento, secretário de Juventude, Esportes, Lazer, Cultura e Turismo da Estância.

Aulas presenciais  

A Prefeitura de Ribeirão Pires ainda estabeleceu cronograma de retorno gradativo das atividades presenciais na rede pública de ensino. Para escolas estaduais, a volta às aulas foi adiada para 22 de março (retorno estava previsto inicialmente para 1º de março). O retorno gradativo para escolas municipais está mantido para 5 de abril, como anunciado anteriormente pela Secretaria de Educação da cidade.

“As ações de prevenção e combate à pandemia estão sendo feitas em todos os setores, inclusive na Educação da cidade. Seguimos as determinações das autoridades da saúde e mantemos o diálogo aberto com representantes de todos os segmentos de ensino. Desde o início deste ano, reforçamos o nosso compromisso com a saúde e a preservação da vida de alunos, seus familiares e profissionais da Educação”, explicou a secretária de Educação de Ribeirão Pires, Rosi Ribeiro de Marco.

Além de estabelecer a previsão de cronograma do retorno de aulas presenciais em escolas públicas, o decreto também cria regras para essa retomada, que variam de acordo com a classificação do município no Plano São Paulo. Na Fase Amarela, a presença de estudantes nas escolas estará limitada a 50% do total de matriculados. Nas fases Vermelha ou Laranja, o limite será de 35% do total de alunos nas escolas. A presença dos estudantes deverá ser feita de forma intercalada.

Todos os protocolos sanitários e de segurança deverão ser adotados e cumpridos nas unidades escolares: uso obrigatório de máscara de proteção facial; distanciamento mínimo de 1,5m entre as pessoas, com a sinalização de posições no piso ou assentos; limpeza e higienização frequente dos espaços; proibição de atividades que gerem aglomeração; manter ventilação natural; utilização de bebedouros de água potável somente com copos descartáveis ou garrafas próprias; disponibilização de álcool gel 70% em pontos estratégicos; entre outras medidas definidas pelo município ou pelo Plano São Paulo.

Nesta quinta-feira (25/02), a secretária Rosi Ribeiro de Marco participou de reunião virtual do Conselho Municipal de Educação para discutir questões relacionadas ao retorno das aulas presenciais. As medidas que estão sendo tomadas, especialmente para a rede municipal, também foram tema de conversa entre a secretária e a Promotoria de Justiça da cidade.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações