29 de novembro de 2021

Quatro guardas de Diadema morrem nos últimos dias com Covid-19

Mais visitadas

Desde o início da pandemia, já são mais de 30 guardas civis  que foram afastados na cidade em razão do coronavírus

GCMs Marinheiros, de 43 anos, e Rodrigo Silva, de 38 anos. morreram com covid-19.

Nos últimos dias quatro guardas civis de Diadema morreram após complicações com Covid-19. O último a falecer foi Rodrigo da Silva, guarda civil municipal. Ele tinha 38 anos e foi a óbito neste sábado (26/03).

Outro GCM que morreu com covid foi Marinheiro, de 43 anos. Ele entrou na Corporação em julho do ano passado e na última quarta-feira (23/03) morreu após complicações da doença.

Segundo a Prefeitura, dois GCPs (Guardas Civis Patrimoniais) também morreram com o coronavírus. Carlos Roberto faleceu em 15 de março e Paulo em 25 de março deste ano.

Desde o início da pandemia, já são mais de 30 guardas que foram afastados na cidade em razão do coronavírus em Diadema.

A vacinação de todos os guardas ocorrerá de 5 a 9 de abril. Serão até 90 agentes por dia. Atualmente há 290 guardas civis municipais e 139 guardas civis patrimoniais.

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações