1 de julho de 2022

Cidades do ABCD iniciam 4ª dose contra Covid em quarentões

Mais visitadas

 Vacinas serão administradas em quem tomou a terceira dose há pelo menos 4 meses

homem sendo vacinado contra covid em São Bernardo
Vacinas serão administradas por livre demanda nas 33 Unidades Básicas de Saúde

Cidades anunciaram o início da quarta dose contra a Covid-19 nos quarentões. A Prefeitura de São Bernardo começa nesta terça-feira (21/6), a aplicação da quarta dose da vacina contra a Covid-19 em pessoas com 40 anos ou mais, conforme diretriz do Ministério da Saúde. As vacinas estarão disponíveis por livre demanda nas 33 Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município, mediante apresentação do documento de identificação e do comprovante das doses anteriores. A nova dose de reforço pode ser aplicada após quatro meses da terceira dose. Nesta etapa, poderão ser utilizadas as vacinas da Astrazeneca e Pfizer.

De acordo com o prefeito Orlando Morando, a nova onda de casos positivos e o aumento de internações é preocupante e requer atenção. “Estamos acompanhando as estatísticas e observamos que quem não completa o ciclo vacinal se contamina com mais facilidade. Quem tem alguma comorbidade e está sem as doses também tem mais risco de a doença se agravar e precisar de internação, por isso, todas as recomendações de reforço devem ser seguidas”, declarou.

BALANÇO

Até está segunda-feira (20/6), o município aplicou 2.064.062 doses da vacina contra a Covid-19, sendo que 610.269 são de doses adicionais, terceira e quarta doses, aos públicos já contemplados pelo Plano Nacional de Imunização (PNI). Além da quarta dose para o público a partir de 40 anos e todos os profissionais da Saúde, São Bernardo também disponibiliza a quinta dose aos imunossuprimidos graves com mais de 60 anos que tenham tomado a quarta dose há pelo menos quatro meses.

SALAS DE VACINA

O funcionamento das salas de vacinação varia de acordo com o expediente de cada unidade, sendo que 20 equipamentos atuam com horário estendido, das 7h às 22h (Planalto, Parque São Bernardo, Farina, Ferrazópolis, Nazareth, Vila Marchi, Orquídeas, União, Represa, Vila Rosa, Vila Euclides, Demarchi, Leblon, São Pedro, Silvina, Alves Dias, Ipê, Alvarenga, Batistini, Taboão). Nestes locais, a vacinação acontece das 8h às 21h. As demais unidades funcionam das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira, com vacinação das 8h às 18h.

SANTO ANDRÉ

Pessoas com mais de 40 anos também já podem receber a quarta dose da vacina contra Covid-19 em Santo André a partir desta terça-feira. A imunização será realizada exclusivamente mediante agendamento pelo site psa.santoandre.br/vacinacovid.

As doses serão aplicadas em dois pontos drive-thru, na Craisa (Avenida dos Estados, 2.195 – Santa Teresinha) e no Carrefour (Avenida Pedro Américo, 23 – Vila Homero Thon).

“Antecipamos a imunização com a segunda dose de reforço, a quarta com a vacina contra a Covid-19, de pessoas com 40 anos ou mais, para levar proteção para a nossa gente. Concluir a cobertura vacinal é fundamental para frear o ritmo de contágio e desenvolvimento de síndromes gripais”, pontua o prefeito Paulo Serra.

Todos os munícipes que forem se vacinar precisam apresentar documento de identidade e comprovante das primeiras doses. A imunização ocorrerá respeitando o intervalo de quatro meses da última dose. Pessoas que contraíram Covid-19 devem aguardar intervalo de 30 dias para receber a vacina.

Outras ações – Com o objetivo de imunizar o maior número de pessoas contra gripe e Covid-19 antes do inverno, período com maior incidência de síndromes gripais, a Prefeitura de Santo André iniciou mais uma ação especial de vacinação nesta segunda-feira (20). Entre os dias 20 e 24 de junho, das 9h às 16h, a estação de trem Prefeito Celso Daniel – Santo André da CPTM contará com um ponto de imunização, sem necessidade de agendamento.

A vacinação contra Covid-19 na estação da CPTM é voltada para pessoas com mais de 12 anos. No local, a quarta dose da vacina está disponível para pessoas com mais de 50 anos e profissionais da saúde, seguindo sempre o intervalo recomendado pelo Ministério da Saúde para aplicação entre as doses.

A vacina contra gripe está disponível para o público-alvo da campanha, formado por profissionais da saúde, idosos, crianças, gestantes, puérperas, pessoas com comorbidades, professores e pessoas privadas de liberdade.

“Escolhemos esse ponto estratégico, onde muitas pessoas circulam, para facilitar o acesso às duas vacinas, dentro dos grupos prioritários. Caso o resultado seja satisfatório, temos expectativa de ampliar a permanência aqui pois a população tem aceitado bem”, explica a biomédica do Departamento de Atenção à Saúde, Luciane Suzano Pereira Cunha.

A bancária Adriane Euzébio, de 39 anos, aproveitou a iniciativa na CPTM para completar a cobertura vacinal contra Covid-19. “Achei a ação ótima, prática e rápida, porque economizei o tempo que eu gastaria indo na Unidade de Saúde. Eu já estava aqui esperando o ônibus e, em menos de cinco minutos, já tomei”, diz.

“Estou mais tranquila agora que me vacinei, ainda mais agora que os casos estão aumentando. Eu peguei Covid-19 no começo desse ano e sei que só não precisei ficar internada porque já tinha tomado as duas primeiras doses”, completa.

SÃO CAETANO

A Prefeitura de São Caetano do Sul inicia nesta terça-feira vacinação de dose reforço contra covid-19 para moradores com idades entre 40 e 49 anos, que já completaram quatro meses de intervalo após a terceira dose.

A vacinação será realizada no Drive Thru da Garagem Municipal (Avenida Presidente Kannedy, 2.100 – Olímpico).

É necessário fazer agendamento pelo site portais.saocaetanodosul.sp.gov.br/sesaud-agendamentos. No dia da aplicação, os moradores devem apresentar documento com foto, protocolo de agendamento, carteirinha de vacinação e comprovante de residência.

DIADEMA

A Prefeitura de Diadema, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), amplia a partir desta quarta-feira (22/06) o público-alvo elegível para receber a quarta dose da vacina contra a covid-19, incluindo as pessoas de 40 anos ou mais. A liberação ocorre em consonância com as novas orientações divulgadas pelo Ministério da Saúde. Para receber o segundo reforço é necessário ter recebido a terceira dose há pelo menos quatro meses.

A secretária municipal da Saúde, Dra Rejane Calixto, faz um chamado para que os munícipes completem o esquema vacinal. “É importante que as pessoas elegíveis para receber as doses de reforço procurem o quanto antes as nossas Unidades Básicas de Saúde para garantir a imunização. Temos acompanhado os dados epidemiológicos e podemos dizer que a pandemia não acabou. Por isso é fundamental manter as medidas de prevenção e proteção contra a doença”, afirmou.

A vacinação em Diadema segue por livre demanda nas 20 UBSs da cidade, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h, mediante apresentação do documento de identificação pessoal com foto, CPF e comprovante das doses anteriores. As UBS Centro, Serraria, Paineiras e Promissão continuam com horário estendido, sendo solicitado que o usuário chegue até as 18h para gerenciamento das doses nos frascos disponíveis, evitando assim, perda de doses. Veja lista dos postos aqui: http://www.diadema.sp.gov.br/secretaria-saude/26592-conheca-os-locais-de-vacinacao-para-covid-19.

Quem pode receber a vacina
As primeiras e segundas doses (D1 e D2) da vacina contra Covid-19 estão disponíveis para a população geral de todas as idades acima de 5 anos. As doses adicionais conhecidas como terceiras doses (D3) podem ser aplicadas em pessoas a partir de 12 anos, desde que a segunda dose tenha sido há pelo menos quatro meses – ou 28 dias nos casos de pessoas imunossuprimidas.

A quarta dose (D4), que antes estava liberada apenas para idosos com 50 anos ou mais, profissionais de saúde, gestantes e puérperas acima de 12 anos e adultos imunossuprimidos, passa a ser ofertada também para as pessoas acima de 40 anos ou mais.

A quinta dose, no momento, é indicada apenas para idosos e pessoas com 50 anos ou mais, que se enquadrem nos critérios de imunossupressão e tenham tomado a quarta dose com intervalo mínimo de quatro meses.

O Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO) considera como imunossuprimidos pessoas com imunodeficiência primária grave, em quimioterapia para câncer ou transplantados (de órgão sólido ou de células tronco), que fazem uso de drogas imunossupressoras, além de pessoas vivendo com HIV/Aids. Lembrando que esses pacientes devem apresentar laudo, exame ou receita que comprovem a imunossupressão.

Balanço
Segundo dados do Vacivida atualizados até 08 de junho, Diadema tem 381.566 residentes vacinados, ou seja, 96% da população elegível para vacinação (cinco anos em diante) recebeu ao menos uma dose da vacina.

Das 381.566 pessoas que receberam a primeira dose, 361.830 estão com esquema completo, e isto corresponde a uma cobertura de 91% da população-alvo.

Diadema também já realizou a aplicação de 217.414 terceiras doses (liberada para pessoas acima de 12 anos, desde que respeitado o intervalo de quatro meses da 2ª dose – ou 28 dias nos casos de pessoas imunossuprimidas) e 35.929 quartas doses (liberada para profissionais da saúde, pessoas a partir de 50 anos e imunossuprimidos, além de gestantes e puérperas acima de 12 anos).

Em relação exclusivamente ao público infantil, o município tem 30.040 crianças de cinco a 11 anos vacinadas com ao menos a primeira dose, representando 70% dos residentes desta faixa etária, e destas 23.002 possuem esquema completo de vacinação, o que representa uma cobertura vacinal com esquema completo de 54% deste grupo de idade.

Nova atualização desses dados será divulgada amanhã (21), no próximo Boletim Epidemiológico.

MAUÁ

A partir desta quarta-feira (22/06), as pessoas com 40 anos ou mais começam a receber o imunizante na cidade de Mauá, conforme indicação do Ministério da Saúde. Estão aptos aqueles que tomaram a terceira dose há, no mínimo, quatro meses.

Para as pessoas que iniciaram o ciclo vacinal com o imunizante da Janssen (dose única) foi anunciada a terceira dose para maiores de 18 anos e a quarta ao público acima de 40 anos. Ambas devem ser aplicadas quatro meses após o primeiro reforço.

A quarta dose também está sendo aplicada em imunossuprimidos a partir de 12 anos e profissionais de saúde. O grupo inclui trabalhadores que atuam em hospitais, clínicas, ambulatórios e laboratórios. É necessário levar documento que comprove a atuação na área — carteira de trabalho, holerite ou carteirinha do conselho de classe.

A vacinação será realizada nas 23 UBSs (Unidades Básicas de Saúde), de segunda a sexta, das 9h às 16h – as unidades Flórida, Magini e Zaíra 2 funcionam das 9h às 20h. Os usuários devem apresentar documento com foto (RG ou CNH) e a carteira de vacinação com o registro das outras doses.

Ao se imunizar, ajude-nos com doações de qualquer alimento da cesta básica ou de agasalho ou cobertor para as campanhas ‘Mauá na luta contra a fome’ e ‘Inverno Solidário’, respectivamente. Não é obrigatório, mas ajudará as pessoas mais vulneráveis da cidade.

A Prefeitura de Mauá reforça o pedido para que as pessoas mantenham a higiene frequente das mãos e sigam usando máscara em serviços de saúde, no transporte público e em locais de aglomeração.

RIO GRANDE DA SERRA

A Prefeitura de Rio Grande da Serra informa, por meio da Secretaria de Saúde, que  também inicia nesta terça a imunização com a quarta dose da vacina contra Covid-19 em pessoas com mais de 40 anos. A vacinação está sendo realizada em todas as UBS da cidade no horário das 9h às 16h.

Para vacinar é preciso apresentar documento com foto, CPF e comprovante das vacinas anteriores. Não é necessário agendamento. As UBS também estão imunizando pessoas a partir de 12 anos com a 1ª, 2ª e 3ª dose, as crianças de 5 a 11 anos, com a 1ª e 2ª dose.

Seguem os endereços das 8 UBS de Rio Grande da Serra:
UBS Santa Tereza (Avenida Jean Lieutaud, nº373, Jardim Santa Tereza)
UBS Vila Lopes (Rua José Dotta, nº55, Vila Lopes)
UBS Vila Conde (Rua Arujá, nº151, Vila Conde)
UBS Parque América (Rua Doutor Rui Trindade, nº177, Parque América)
UBS Vila Niwa (Rua dos Sabiás, nº60, Vila Niwa)UBS Vila São João (Rua Ceará, nº261, Vila São João)
UBS Sítio Maria Joana (Rua Quatro, nº45, Sitio Maria Joana)

UBS Central (Rua Prefeito Cido Franco, nº500, Vila Arnoud)

RIBEIRAO PIRES VIRA EXCEÇÃO

Diferentemente das demais cidades que vacinal acima de 40 anos, a Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires inicia informou que nesta quarta-feira vai aplicação a 4ª dose contra a Covid-19 em pessoas com 45 anos ou mais, que já tenham completado quatro meses da terceira dose (dose de reforço).

A imunização acontece de segunda à sexta-feira, em todas as Unidades Básicas, das 8h às 16h, sem necessidade de agendamento. É necessário a apresentação de documento com foto e número do CPF e carteirinha de vacinação das doses anteriores na cidade de Ribeirão Pires.

Influenza

A partir desta quarta-feira também está liberada a imunização contra a Influenza (gripe) para o público geral. Neste caso, é necessário a apresentação do Cartão SUS e documento de identificação com CPF para a imunização.

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações