Programa convoca costureiras para produção de máscaras em Sto.André

Ação realizada pelo Fundo Social de Solidariedade tem como objetivo a produção de 300 mil máscaras para pessoas em vulnerabilidade social

Ação realizada pelo Fundo Social de Solidariedade tem como objetivo a produção de 300 mil máscaras para pessoas em vulnerabilidade social. Foto: Divulgação/PSA-Helber Aggio

 

Como forma de auxiliar a população de Santo André a superar a crise causada pela Covid-19 e impedir o crescimento da pandemia, a Prefeitura de Santo André, por meio do Fundo Social de Solidariedade, lançou nesta quinta-feira (23/04) o programa Costurando com Amor, que vai convocar costureiras interessadas em produzir máscaras.

O edital de chamamento foi publicado nesta quinta. O programa tem como objetivo produzir 300 mil máscaras, que serão distribuídas gratuitamente para os munícipes em situação de vulnerabilidade social.

“Esta é mais uma ação do Fundo Social de Solidariedade de Santo André. Contamos com as costureiras para ajudar a nossa cidade na produção de máscaras, que são itens fundamentais para evitar a transmissão do coronavírus”, afirmou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Ana Carolina Barreto Serra.

Para participar, os interessados devem se inscrever no link http://bit.ly/mascaradepanosa até o dia 27 de abril. O resultado do chamamento será divulgado no dia 6 de maio. Os convocados receberão um kit para a confecção, contendo tecido, linha e elástico.

O pagamento será fixado conforme a demanda, de acordo com a produção, sendo ofertado o valor de R$ 2 por máscara produzida. Após a retirada do kit, as pessoas selecionadas deverão assinar um termo de compromisso com informações de responsabilidade sobre prazo de entrega e os devidos cuidados com a execução da remessa. Será assinado um contrato de prestação de serviço, que não possibilitará vínculo trabalhista.

O candidato deve possuir em funcionamento uma máquina de costura reta, tesouras e trabalhar em local higienizado. Após o processo seletivo, será aplicado um teste prático para efetivação da vaga.

É obrigatório que o candidato seja pessoa física, morador de Santo André, e tenha renda de até dois salários mínimos. Os documentos exigidos para inscrição são cópia de RG ou CPF, cópia de comprovante de residência e cópia do comprovante de conta bancária ativa.