26 de maio de 2022

Professor da Medicina ABC assumirá direção do hospital Mário Covas

Mais visitadas

Docente da disciplina de Infectologia, Adilson Cavalcante foi eleito nesta quinta-feira pelo Conselho de Curadores da Fundação do ABC

Doutores David Uip, Adriana Berringer Stephan, Fernando Fonseca, Adilson Cavalcante, Luiz Mário Gomes e Geraldo Reple Sobrinho. Foto: Divulgação

Médico infectologista, gestor em Saúde e professor do Centro Universitário Faculdade de Medicina do ABC (FMABC) desde 2005, Dr. Adilson Joaquim Westheimer Cavalcante será o novo diretor-geral do maior hospital público do Grande ABC, o Hospital Estadual Mário Covas (HEMC), em Santo André. O dirigente foi eleito na manhã de hoje (11/11/2021) pelo Conselho de Curadores da Fundação do ABC – órgão máximo de deliberação da entidade, que responde pela gestão plena do HEMC desde sua inauguração, em 2001.

Cavalcante teve aprovação maciça do Conselho Curador, com apoio expressivo de 18 votos a favor e somente 1 contrário, em reunião que contou com participação dos membros do Conselho de Administração do Hospital Mário Covas. Atual diretor-técnico do Hospital de Clínicas (HC) de São Bernardo, Dr. Adilson deixará a gestão municipal para assumir o equipamento de saúde estadual em 1º de dezembro, substituindo o atual diretor Dr. Desiré Carlos Callegari, que há 10 anos está à frente do HEMC.

Com ampla experiência em gestão em Saúde e mais de 7 anos à frente da Direção Técnica do Hospital Anchieta (São Bernardo), Dr. Adilson Cavalcante é formado em Medicina há mais de 20 anos pela Universidade do Oeste Paulista. O diretor eleito do HEMC também traz no currículo especializações em Gestão Municipal do Sistema Único de Saúde (SUS), Residência Médica em Infectologia, e título de infectologista pela Associação Médica Brasileira e Sociedade Brasileira de Infectologia.

“Venho de uma gestão municipal que está sendo muito bem desenvolvida e agora assumo o desafio da gestão estadual, com caráter regional. As demandas são mais abrangentes e necessitamos de trabalho conjunto com todas as cidades do ABC e também de regiões da Capital e Baixada Santista, que acabam por utilizar os serviços do Hospital Mário Covas”, destacou Dr. Adilson, ao adiantar: “Nossa ideia é manter uma construção sempre prezando os princípios do SUS e garantindo o bom tratamento à população que necessita do serviço público de saúde”.

Presidente da Fundação do ABC, Dra. Adriana Berringer Stephan ressaltou a importância da unidade hospitalar para o Sistema Único de Saúde da região do ABC e lembrou do papel de hospital-escola para o Centro Universitário Faculdade de Medicina do ABC (FMABC), o que qualifica ainda mais os atendimentos, com quadros profissionais altamente qualificados, professores, mestres e doutores. “O currículo do Dr. Adilson demonstra a capacidade do profissional que estará à frente do hospital. É uma unidade de suma importância para a Saúde da região e para a FMABC, com seus programas de graduação, pós-graduação, pesquisa e extensão”.

Qualificação

O secretário de Saúde de São Bernardo do Campo, Dr. Geraldo Reple Sobrinho, participou da reunião na FUABC e parabenizou o diretor eleito do Hospital Estadual Mário Covas: “Fico muito feliz com a maturidade que vejo hoje no Conselho de Curadores da FUABC. Estamos definindo os rumos de nossa região pelos próximos anos. Parabenizo o Adilson, que é um colega de longa data. Vocês fizeram uma grande escolha. É um profissional de reputação ilibada e competência inconteste”.

Reitor do Centro Universitário FMABC, Dr. David Everson Uip salientou o papel do hospital na formação dos estudantes: “O Hospital Mário Covas é absolutamente impreterível para a formação de nossos alunos. É um hospital estadual situado em Santo André, mas que faz referência ao atendimento de toda a população do Grande ABC. O desejo de prosperidade, a continuidade da ligação entre o hospital e o Centro Universitário é impreterível”, declarou Uip, enfatizando a capacidade do futuro diretor-geral: “Competência não te falta. Apoio não te falta. Quero te desejar sorte, e que você tenha um mandato repleto de avanços e de grande sucesso”, desejou.

O vice-presidente da FUABC, Dr. Luiz Mário Pereira de Souza Gomes, lembrou que o processo de indicação do novo diretor foi altamente democrático, construído a longo tempo pelos regimentos e todos os atos do Conselho de Curadores, sempre passando por validação do Ministério Público. “O Conselho do hospital encontra-se presente e diante da votação se colocou favorável ao registro da eleição do novo dirigente. A Curadoria da FUABC teve somente um voto contrário, confirmando o apoio praticamente absoluto ao nome indicado. Meus parabéns ao Conselho do Hospital Mário Covas, à Curadoria e ao Prof. Adilson Cavalcante pela eleição, desejando sorte no cumprimento da missão”.

Docente da disciplina de Infectologia há 16 anos, Dr. Adilson Cavalcante foi eleito nesta quinta-feira pelo Conselho de Curadores da Fundação do ABC. Foto: Divulgação. Foto: Divulgação

HEMC 20 ANOS

Em 20 de novembro de 2001, foi estabelecido um marco na assistência à Saúde da região do ABC Paulista com a inauguração do Hospital Estadual Mário Covas. A história começa com a construção do Hospital Regional de Clínicas, em 1978, interrompida por falta de recursos. O esqueleto foi abandonado em 1981 na área de 140 mil m² no bairro Paraíso, em Santo André. Após 18 anos, em 1998, e diante do inconformismo da população e da sociedade civil que se reuniu para abraçar o prédio abandonado, o então governador Mário Covas assumiu o compromisso de concluir a obra, que mudou o cenário da Saúde no Grande ABC.

Com participação e apoio da comunidade e de entidades representativas, o hospital começou a funcionar em 2001 sob administração da Fundação do ABC. Em abril de 2002, a assistência foi ampliada e consolidada com o início da realização de cirurgias.

O esqueleto, que por quase duas décadas se constituiu em cenário urbano de Santo André, ganhou corpo e foi transformado para iniciar o atendimento ambulatorial e cirúrgico. No início foram disponibilizados 56 leitos nas clínicas, além de 14 vagas de UTI. Hoje o HEMC conta com mais de 300 leitos e é referência em atendimento de alta complexidade. Em 2020, a unidade registrou mais de 106 mil consultas e atendimentos, 501 mil exames e procedimentos, além de 12,7 mil cirurgias e 10,5 mil internações.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações