Processo seletivo do Centro de Audiovisual de S.Bernardo tem 1,3 mil inscritos

Prefeitura informa que provas ocorrerão em 8 de fevereiro

 

Prefeitura informa que provas ocorrerão em 08 de fevereiro. Foto: Divulgação

 

Pela primeira vez em sua história, o número de inscritos para o processo seletivo do primeiro semestre de 2020 do Centro de Audiovisual de São Bernardo (CAV) ultrapassa a marca de 1,3 mil candidatos. No espaço são oferecidos cursos gratuitos de Cine / TV e Animação, com duração de três semestres, com 100 vagas no total (50 para Cine/TV e 50 para Animação), para os períodos manhã e noite. A relação de concorrentes por vaga em Cine / TV é de 17 por vaga, enquanto em animação é de oito candidatos por vaga.

A seleção será feita em duas etapas. A primeira fase consiste em uma prova diagnóstica, a ser realizada em 08 de fevereiro, às 10h, com questões de múltipla escolha e dissertativas, tendo pontuação variável conforme a linguagem abordada, totalizando o máximo de 100 pontos.

Os candidatos pré-selecionados serão convocados para uma entrevista individual, por meio do jornal Notícias do Município (NM) e no site do CAV, cujo resultado será publicado em 15 de fevereiro. As entrevistas ocorrerão entre os dias 17 a 19 deste mês e terão caráter eliminatório. Esta etapa somará até 20 pontos. A lista dos aprovados, datas e procedimentos para formalização da matrícula serão divulgados até o dia 20 de fevereiro no Jornal Notícias do Município (NM).

“O investimento em mão de obra especializada é fundamental para o desenvolvimento da indústria de produção audiovisual em São Bernardo. Esse processo contribui com a revitalização dos Estúdios Vera Cruz e com a geração de outra cadeia econômica para a nossa cidade”, disse o prefeito Orlando Morando.

O CAV é um programa desenvolvido pela Prefeitura de São Bernardo por meio de convênio com o Ministério da Cultura. “Esta administração tem feito uma gestão séria dessa parceria. O número recorde de inscritos neste processo seletivo mostra que esta gestão tem mantido o programa de forma consistente e continuada”, explicou o secretário de Cultura e Juventude, Adalberto Guazzelli, responsável pela gestão do espaço.