Prefeituras do ABCD vão orientar uso de máscaras em locais públicos

Medida tomada em assembleia do Consórcio ABC segue decreto do Governo do Estado e orientações da OMS e do Ministério da Saúde

 

 

População usa máscaras nas ruas do Rio de Janeiro, desde ontem (23) a prefeitura tornou o uso obrigatório através de decreto.

 

As prefeituras do Grande ABC vão publicar decretos para recomendar a utilização de máscaras de proteção facial pela população em locais e serviços públicos da região. A iniciativa, tomada durante assembleia extraordinária do Consórcio Intermunicipal Grande ABC nesta segunda-feira (27/4), realizada por meio de videoconferência, tem o objetivo de  complementar ações de prevenção a propagação do novo coronavírus (Covid-19).

A medida segue decreto do Governo do Estado de São Paulo com a mesma recomendação e está de acordo com as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, explicou o presidente do Consórcio ABC e prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão.

“Os números de Covid-19 foram preocupantes na nossa região nesta última semana, com registro de 45 falecimentos devido à doença. O Grande ABC vai seguir a mesma linha que tem sido adotada pelo Governo do Estado para o enfrentamento da pandemia”, afirmou Maranhão.

Segundo números divulgados pelas sete prefeituras, o Grande ABC contabiliza, até está segunda-feira, 1.397 casos confirmados de Covid-19, com um aumento de 488 novos casos em relação à semana anterior. O número de mortos pela doença na região é de 106 pessoas,

Maranhão ressaltou ainda que 40% dos casos de Covid-19 na região ocorreram em pessoas que não são do grupo de risco, ou seja, com idades abaixo de 60 anos e sem problemas crônicos de saúde.

Os prefeitos também decidiram que os estabelecimentos comerciais e  as concessionárias de transporte público serão orientados a medir a temperatura de clientes e usuários, além de fornecer álcool em gel.

A entidade regional também está realizando uma compra de equipamentos de proteção individual (EPIs) para as equipes de Saúde dos sete municípios, incluindo luvas, máscaras descartáveis, máscaras modelo N95, óculos e álcool em gel.

A videoconferência também teve a participação dos prefeitos de Santo André, Paulo Serra, de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior, de Diadema, Lauro Michels, de Ribeirão Pires, Adler Teixeira – Kiko, e do secretário de Comunicação de Mauá, Rodrigo Marcon, representando o prefeito Atila Jacomussi, além do secretário-executivo do Consórcio ABC, Edgard Brandão e dos diretores da entidade regional.