Prefeitura de Ribeirão Pires zerou filas de mamografia e tomografia

Rede ganhou novos equipamentos no exercício de 2019 e fez 1,5 mil exames no mamógrafo e 5,3 mil no tomógrafo

 

Prefeitura de Ribeirão Pires zerou filas de mamografia e tomografia. Foto: Divulgação/PRP

 

A saúde pública de Ribeirão Pires ganhou novos espaços de atendimentos e  equipamentos que garantiram a ampliação dos serviços na cidade e conseguiram zerar algumas filas.

Uma das novidades implantadas neste ano, o mamógrafo iniciou as atividades dentro do Hospital e Maternidade São Lucas em março, quando a unidade passou a sediar o Centro de Referência à Saúde da Mulher do município. Mais de 1,5 mil exames foram feitos desde então, zerando a fila e reduzindo o tempo de espera para o agendamento da mamografia.

Desde 2017, o São Lucas conta com tomógrafo que zerou a fila de espera e que, desde então, atende 100% da demanda de pacientes nas unidades de saúde de Ribeirão Pires. Mais de 5,3 mil exames foram realizados gratuitamente com o equipamento, que estava, em anos anteriores, sem uso.

“Sob a liderança do prefeito Kiko (Adler Teixeira), reorganizamos e modernizamos a gestão da saúde, trazendo benefícios para centenas de pessoas que utilizam os serviços públicos”, afirmou secretária de Saúde da cidade, Patrícia Freitas

Além de ter se tornado o Centro de Referência à Saúde da Mulher, com equipamentos de última geração para o diagnóstico por imagem, o São Lucas iniciou nesse ano o mutirão da endoscopia, que irá zerar a fila pelo procedimento. Serão realizados mil exames gratuitamente. Desde 2017, a unidade realizou quase 11 mil ultrassons, cerca de 3 mil exames de raio-x, mais de 6.500 cirurgias ginecológicas e pequenos procedimentos cirúrgicos, além de mais de 174 mil exames laboratoriais.

Somente em 2019, o São Lucas realizou quase 1.200 partos. Por meio de parceria celebrada em 2017 com o Grupo São Cristóvão Saúde – sem custos para o município, a unidade da Prefeitura já realizou mais de 2.500 nascimentos. O São Lucas funciona em plena capacidade há três anos – 24 horas por dia, todos os dias da semana.

Novas unidades e veículos

Duas das obras paralisadas no município até 2016, as Unidades de Saúde da Família da Quarta Divisão e do Jardim Valentina tiveram suas construções retomadas e concluídas, modernizando a estrutura de atendimento e tirando os equipamentos municipais do aluguel. As obras foram realizadas por meio de convênio com o Governo Federal, com investimento de quase R$ 2 milhões.

Desde 2017, nove veículos 0 Km também foram incorporados à frota da Secretaria de Saúde municipal, com investimentos de emendas e repasses de programas federais que totalizam mais de R$ 550 mil. Os carros estão fortalecendo o trabalho das equipes do Programa Saúde da Família (PSE), da Vigilância à Saúde, da Saúde Mental, além da Central de Ambulâncias municipal, que ganhou três novos veículos.