13 de agosto de 2022

Prefeitura de Diadema é acusada de executar serviços em condomínio particular

Mais visitadas

Conjunto Caroline Lacerda tem ligação com secretário de Habitação, Ronaldo Lacerda;  Administração nega privilégio ou uso de recursos públicos em benefício de empreendimentos particulares

conjunto Caroline Lacerda
Prefeitura de Diadema é acusada de executar serviços em condomínio particular.

A Prefeitura de Diadema, desde a semana passada, têm realizado serviços de zeladoria em um condomínio particular e que tem ligação com o secretário de Habitação, Ronaldo Lacerda. O conjunto habitacional se chama Caroline Lacerda, nome de uma filha falecida do secretário. Uma associação ligada a ele foi quem lutou pela construção dessas moradias. Nesse residencial também residem dois assessores de vereadores do PT.

Desde a semana passada, equipes de servidores municipais têm limpado e pintado o local. Um caminhão do Departamento de Trânsito também foi até o local para fazer a sinalização do solo e das garagens dos veículos.

Moradores do condomínio procuraram a reportagem do ABCD Jornal e afirmaram que, apesar de residirem no local, não acham correto usar dinheiro público em um condomínio particular.

caminhão do Departamento de Trânsito de Diadema
Equipes do Departamento de Trânsito tem sinalizado as garagens do condomínio particular.

Outro lado

A Prefeitura nega que haja privilégio na execução de serviços nesse condomínio particular e ressaltou a questão de residir no local famílias de baixa renda.

Leia a íntegra da nota:

“A Prefeitura de Diadema informa que inexiste privilégio ou uso de recursos públicos em benefício de empreendimentos particulares.

A Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Urbanos executou o serviço de zeladoria no referido condomínio por se tratar de um conjunto habitacional de interesse social, com famílias de baixa renda.

O mesmo tipo de serviço tem sido feito em outros conjuntos habitacionais destinados às famílias de baixa renda de Diadema, sempre mediante pedido formal, aprovação do Comdema (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente) e seguindo trâmites legais internos”.

sinalização de garagem em conjunto habitacional
Garagens de veículos é sinalizada por equipes de servidores da Prefeitura de Diadema.

Imbróglio Jurídico

Esse condomínio está envolvido em um imbróglio jurídico porque grupos adversários tentam destituir a administração do local e já foi criada até uma comissão com pessoas que estariam inadimplentes com o pagamento do condomínio, o que, segundo alguns moradores, seria ilegal. Uma representação já foi apresentada no Ministério Público em 12 de julho deste ano.

Um vídeo gravado pelo próprio secretário de Habitação afirma que os administradores do conjunto Caroline Lacerda adotam um modelo “capitalista” e que haverá destituição deles. Segundo Lacerda, a intenção é levar melhorias para o local. Um dos grupos afirma que há ingerência de pessoas ligadas ao poder público em algo particular, e por isso, haveria ilegalidade na ação de destituição.

A Associação de Moradia, que já foi presidida por Ronaldo Lacerda, lutou pela construção desse conjunto que existe há seis anos. Na ocasião, as famílias se reuniram, solicitaram  cotas do terreno e uma construtora realizou as obras financiadas pela Caixa Econômica Federal. Os moradores ainda não possuem documento do imóvel por questões jurídicas.

 Veja vídeo do secretário de Habitação, Ronaldo Lacerda

Mais publicações

9 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns à reportagem, parabéns aos denunciantes! A CONSTRUÇÃO de um país igualitário e justo começa com a TRANSPARÊNCIA, com HONESTIDADE, e com AÇÕES PAUTADAS NA CIVILIDADE E NA MORALIDADE, e não com “jeitinhos”…
    Sugiro a todos a leitura da análise feita na obra “Raízes do Brasil” (1936) por Sérgio Buarque de Holanda, um dos maiores sociólogos brasileiros, que explica com detalhes onde nasceu o mau hábito que o brasileiro tem em misturar o que é público com o que é privado. Tal mistura não tem como resultar em bons frutos. Leiam a obra citada e entenderão porque o Brasil “não vai pra frente”.
    Não conheço este senhor aí do vídeo… Mas seu discurso claramente aparenta angariar espaço e voto para as próximas eleições, obviamente se utilizando do chapéu alheio (no caso em questão um condomínio particular), ou seja, a interferência do público sobre o privado. Isso não há de dar certo como nunca deu.. Já mostra a história que é cíclica, assim como brilhantemente nos detalha a obra: “Raízes do Brasil”.

  2. Isso é o que chamo de má gestão do dinheiro público.Enqunato nossas ruas estão cheias de buracos fazendo aniversário,placas de sinalização precárias,cheias de lixo o sr secretario está concedendo beneces com o dinheiro que nem é dele.seja lá como for está errado de qq jeito.O centro de diadema está um nojo cheio de buraco por conta das empreiteiras que levantam prédios e não tapam os buracos feitos no asfto.Tomem vergonha povo do depto de vias públicas.

  3. Não sou morador do condomínio ,mas conheço esse condomínio, conheço a associação que luta pelas construções de moradias anos em Diadema, inclusive eu sou morador de uma residência que comprei atrás da luta dessa mesma associação e esse condomínio é sim habitado em sua grande maioria esmagadora por pessoas de baixa renda e humilde e trabalhadores que tbm pagam seus impostos e tbm contribuem para arrecadação da cidade ,da forma que a reportagem é colocada parece que estamos falando de um condomínio de alto padrão em Alphaville, e não é o caso , então antes de jugar conheça o assunto pra não cometer injustiças eu vejo a boa intenção na atitude de zeladoria do local vide a origem e situação humilde das pessoas, essa reportagem tá parecendo que foi encomendada por alguém e eu não tenho procuração de defender ninguém e nem político nenhum , aliás detesto politicagem mas só quero deixa o registro de alguém que só tem um lar pra chamar de seu por causa da associação e muita gente tbm só conseguiu por intermediário da associação que a reportagem tá querendo denegrir

    • Eu também estou de acordo com essa publicação.gracas a deus e ao Ronaldo Lacerda hj tenho minha moradia.q e o sonho de muito família …tem muitas coisas p se preocupar em vez de fica falando o que não sabem.ronaldo e um guerreiro q lutar pela família de baixa renda de diadema..estou com ele e defendo sim essa luta …. obrigado a todos

  4. E uma indenização justa para noz aqui do núcleo sitio joaninha no eldorado. Será que parte da nossa indenização está aí??? Eu não duvido . Essas politicagem de hj me dá nojo

  5. Parabéns Alan! Você falou tudo que este pessoal querem desfazer, este condomínio “Carolina Lacerda”não é de luxo, são de pessoas humildes que moram na nossa cidade Diadema e pagam impostos igual aos outros, o desemprego, a infração altíssima derrubam toda população de baixa renda, a diferença de padrão de vida das outras pessoas nós não conseguimos acompanhar, os que estão bem empregados e tem um patamar diferenciado dos outros que estão sendo massacrados pela situação atual do nosso país, tem que ajudar sim! E a limpeza do local faz parte de vários assuntos que diz respeito a saúde, educação e limpeza do meio ambiente e assim vai…, tem que auxiliar sim os menos favorecidos pois na atual situação muitos sem condições de pagar o condomínio, é precisam pelo menos às limpezas e conservação do local é voltado para a população, que eles sejam vistos com outros olhares e não querer prejudicar a atual Gestão, por fazer o mínimo para ajudar a população que neste momento estão enfrentando desemprego, perdas de familiares e muitas das vezes
    com dificuldade de dar o básico para seus familiares. Eu não moro neste núcleo habitacional, mas parabenizo a todos os Administradores de luta dos núcleos habitacionais de Diadema.

  6. Vergonha saber que politicos se aproveitam fo nosso sonho da casa propria mentem pra se apropriar de imoveis depois dizem estar lutando por nos ate quando isso diadema esta abandonada

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações