26 de julho de 2021

Por auxílio emergencial, motoristas de vans fazem protesto em Sto.André

Mais visitadas

Cerca de 240 veículos percorreram as principais vias da Cidade até o Paço Municipal e cobram também crédito especial no Banco do Povo

 

Cerca de 240 veículos percorreram as principais vias da Cidade até o Paço Municipal e cobram também crédito especial no Banco do Povo. Foto: Divulgação

 

Motoristas de vans escolares realizaram na manhã desta segunda-feira (08/03) um protesto para reivindicar do prefeito Paulo Serra (PSDB) um auxílio emergencial. Cerca de 240 veículos percorreram as principais vias da cidade até chegarem no centro da cidade, onde fica o Paço Municipal.

A manifestação foi organizada pelo Sitem (Sindicato dos Transportadores Escolares Santo André). Os veículos saíram da av. Capitão Mario de Toledo, passando pelas vias Santos Dumont, Coronel Alfredo Flaquer, Siqueira Campos, General Glicério, Luiz Fláquer e concluíram o ato na Prefeitura que fica na Praça IV Centenário.

O presidente do Sitem, Cláudio Norberto Caldas, disse que a principais reivindicações dos motoristas são um auxílio emergência e libração de linha de crédito especial no Banco do Povo. “O prefeito nos prometeu esse crédito especial em outubro do ano passado e queremos conversar com ele, só que ele não estava na Prefeitura e marcaram uma reunião para quarta-feira”, afirmou.

O dirigente sindical lembrou que a Prefeitura cedeu cestas básicas da categoria durante a pandemia, mas os motoristas passam por dificuldades pra arcarem com seus compromissos financeiros. “Precisamos pagar nossas contas”, afirmou.

A Prefeitura emitiu uma nota oficial sobre o protesto. Leia a íntegra:

“A prioridade da Prefeitura de Santo André neste momento é a saúde, com o objetivo de preservar vidas. Várias categorias foram prejudicadas pela pandemia, não apenas os transportadores escolares. Nosso inimigo comum é o coronavírus.

A Prefeitura está fazendo adequações orçamentárias para enviar neste mês de março para a Câmara Municipal projeto de lei que cria o Banco do Povo Andreense. Com a iniciativa, o município vai ofertar linhas de crédito em condições especiais para as categorias afetadas diretamente pela pandemia, o que beneficiará não somente os transportadores, mas trabalhadores das mais diversas áreas.

A Prefeitura tem uma reunião marcada com a categoria para esta quarta-feira (10), às 16h, que já tinha sido agendada antes desse protesto. Não fomos informados sobre essa manifestação.

No ano passado, a Prefeitura distribuiu cestas básicas para os transportadores escolares e outras categorias. Lembramos, no entanto, que o PSOL entrou com uma ação na Justiça Eleitoral que impedia qualquer auxílio à categoria, tentando transformar as ações do governo em ações eleitorais que são vedadas por Lei.

Segue abaixo a relação de informações, ações e medidas mitigadoras relacionadas ao transporte escolar, realizadas desde o início da pandemia e que beneficiaram 416 permissionários:

– Entrega de 2.545 cestas básicas em 2020;

– Prorrogação por um ano para a substituição dos veículos escolares que completarão 15 anos de fabricação;

– Prorrogação por um ano do vencimento dos alvarás, que seriam renovados entre os meses de março e dezembro de 2020, e janeiro e fevereiro de 2021, consequentemente isentando os permissionários do custo da taxa de renovação e vistoria técnica;

– Reunião com o Banco Sicoob, possibilitando a concessão de empréstimos pela cooperativa Sicoob;

– Autorização para condutor auxiliar trabalhar em substituição ao permissionário escolar, para realização de cursos e treinamentos.”

 

Veja vídeo

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações