Polícia investiga suposta ameaça de ataque à escola estadual de S.Caetano

 PM foi até a E.E. Idalina Macedo Costa Sodré, no bairro Barcelona; mensagens ameaçadoras teriam partido de um aluno

 

Viatura foi até à escola Idalina, em São Caetano, para averiguar denúncia feita pelo 190. Foto: Reprodução/redes Sociais

 

Uma ameaça de ataque à Escola Estadual Idalina Macedo Costa Sodré, no bairro Barcelona, em São Caetano, causou pânico na cidade e alguns pais não mandaram os filhos para o colégio nesta terça-feira (23/04). Uma viatura da PM (Polícia Militar) está no local.

A mensagem teria partido de um aluno da escola. Pelas redes sociais, colegas afirmaram que ele já teria levado um cassetete para dentro do cola escola e aparentava sinais de depressão.

A PM foi acionada por meio 190 por volta das 6h20, mas foi até o local e não constatou nada. A informação é de que o suposto ataque seria semelhante ao que aconteceu em uma escola estadual de Suzano, onde foram mortos cinco alunos e duas funcionárias.

A Secretaria Segurança Pública do Estado confirmou o fato.

Leia a nota:

“O caso foi registrado no 2º DP de São Caetano como ato infracional por ameaça. Um jovem de 15 anos foi identificado como o autor das ameaças. Ele foi ouvido pela autoridade policial e liberado na presença de um responsável, que deverá apresentá-lo à Vara da Infância e Juventude na próxima semana.”

A Secretaria de Educação também se manifestou. “A Diretoria Regional de Ensino de São Bernardo do Campo informa que a Polícia foi acionada e um Boletim de Ocorrência será registrado. Uma vistoria foi realizada na unidade e nada foi encontrado. O aluno responsável pelas mensagens foi identificado e o responsável pelo estudante foichamado à escola. Todas as medidas pedagógicas necessárias serão adotadas. As aulas na unidade acontecem normalmente”, concluiu nota oficial.