Polícia investiga se sogro furtou bens da nora palmeirense durante enterro dela

Secretaria de Segurança Pública informou nesta terça-feira que investigadores fazem diligência para apurar fato; mulher foi morta por conta de discussão sobre futebol

 

Polícia investiga se sogro furtou bens da nora durante enterro dela; V´tima foi morta pelo marido durante discussão sobre futebol. Foto: Facebook

 

A Polícia iniciou investigação de furto dos bens de Érica Fernandes Alves Ceschini, torcedora do Palmeiras que foi morta com golpes de faca pelo marido corintiano, Leonardo Souza Ceschini. O crime aconteceu após uma discussão sobre futebol em 31 de janeiro, no apartamento do casal no bairro São Domingos, Zona Oeste de São Paulo, e o sepultamento em Mauá.

Os investigadores apuram se, durante o enterro dela, o sogro subtraiu do apartamento carro, joias e TVs. A Secretaria de Segurança Pública emitiu uma nota oficial sobre a apuração em andamento.

“A equipe de investigação do 33º Distrito Policial apura o furto e realiza diligências para esclarecer todas as circunstâncias do crime. Com relação ao homicídio, o autor, de 34 anos, foi preso em flagrante e a autoridade policial representou pela sua prisão preventiva, que foi deferida pela Justiça. O inquérito policial foi relatado e encaminhado à Justiça”, informou a Pasta.

Um BO (Boletim de Ocorrência) foi registrado pela família de Érica Fernandes contra o sogro dela, Alexandre Ceschini.  O pai do assassino é acusado por parentes da vítima de furtar o veículo dela, duas TVs, um micro-ondas, eletroeletrônicos e joias. O furto teria sido durante o velório e o sepultamento em 1º de fevereiro, no cemitério Vale dos Pinheirais, em Mauá, cidade onde moram os pais de Érica.

Érica tinha filhos gêmeos de 2 anos, que estão com os avôs maternos. No BO, conta que além dos bens subtraídos, também desapareceram os documentos das crianças.

A Polícia também investiga o sumiço do celular de Erica, que estaria com uma advogada da família de Leonardo Cechini, o agressor.

A reportagem não conseguiu localizar o sogro de Erica para comentar o assunto.

 

Érica Fernandes Alves Ceschini, torcedora do Palmeiras que foi morta com golpes de faca pelo marido corintiano. Foto: Facebook