28 de setembro de 2021

PMs com mobilidade reduzida poderão atuar na área administrativa da Segurança

Mais visitadas

Projeto deputado estadual Coronel Nishikawa foi aprovado na Assembleia Legislativa e seguiu para a sanção do governador João Doria

 

Projeto deputado estadual Coronel Nishikawa foi aprovado na Assembleia Legislativa e seguiu para a sanção do governador João Doria. Foto: Divulgação

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo aprovou projeto de lei de autoria do deputado estadual Coronel Nishikawa (PSL) que autoriza a manutenção de policiais militares aposentados e com mobilidade reduzida em trabalhos administrativos na Polícia Militar e na Secretaria da Segurança Pública.

A inscrição do participante é voluntária. Após a adesão, a Secretaria de Segurança fará análise dos interessados. O trabalho a ser desempenhado pelos participantes não poderá exceder a carga horária de 8 horas diárias para pessoas com deficiência em grau leve e 6 horas diárias para portadores de mobilidade reduzida em grau severo.

Nos últimos anos tem crescido no Estado de São Paulo o número de PMs vítimas de acidentes que tiveram a saúde saúde comprometida. “A medida tem como fator principal auxiliar na função social da corporação, reinserindo o policial militar que está com a mobilidade reduzida e não quer parar de trabalhar”, disse o parlamentar ao acrescentar que a lei  possibilita também o aumento de efetivo capacitado para serviços operacionais administrativos.

Se o projeto for sancionado pelo governador João Doria (PSDB), o Estado de São Paulo será pioneiro em reaproveitar esses profissionais em funções internas da Corporação.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações