Pio Mielo deixa o MDB e recebe convite de quatro partidos

Presidente da Câmara também foi convidado pelo prefeito Auricchio para ingressar no PSDB

 

Presidente da Câmara, Pio Mielo, deixa o MDB e analisa propostas de outros partidos para disputar a reeleição neste ano. Foto: Divulgação

 

O presidente da Câmara de São Caetano, Pio Mielo, anunciou nesta terça-feira (03/03) que deixará MDB nesta quarta-feira (04/03), quando se abre a janela para troca de legendas sem a perda de mandato.

“Infelizmente há incompatibilidade de opinião do nosso mandato com alguns membros da direção estadual do partido. É um ciclo que chegou ao fim. Deixo grandes amizades como a presidente da Fiesp, Paulo Skaf, e a do deputado federal Baleia Rossi. Cumpri a fidelidade partidária, mas não foi esse entendimento da direção estadual. Para que não haja surpresa durante o período eleitoral, partirei para um outro caminho, um outro desafio”, afirmou Pio.

O chefe do Legislativo recebeu só nesta terça-feira quatro convites: Cidadania, PP, Pros e Podemos. O prefeito José Auricchio Júnior também afirmou recentemente que o PSDB está de portas abertas caso Pio queria se filiar.

O presidente da Câmara se elegeu primeiramente pelo PT, em 2012, mas deixou a sigla em  2015 para ingressar no MDB. Ele se reelegeu, com 2.694 votos , apoiando a chapa majoritária encabeçada pelo ex-prefeito Paulo Pinheiro, que era do partido e hoje está no DEM. Pinheiro foi derrotado nas eleições municipais de 2016 por Auricchio.

Após as eleições, o presidente foi para a bancada do prefeito e afirmou que seu novo partido também será da base de apoio à reeleição de Auricchio.

Pio deixa o MDB por conta de desentendimento com o deputado estadual Jorge Caruso, da executiva da legenda no Estado. Caruso entende que Pio cometeu infidelidade ao coordenar nas eleições de 2018 a campanha de Thiago Auricchio (PL) à Assembleia Legislativa.

 

No entanto, Pio argumenta que também foi coordenador da campanha a governador de Paulo Skaf.