Pio Mielo anuncia lançamento da TV Câmara de São Caetano

A webTV será transmitida no Facebook, YouTube e Instagram, com uma programação semanal de vídeos

 

WebTV anunciada por Pio Mielo será transmitida no Facebook, YouTube e Instagram, com uma programação semanal de vídeos . Foto: Divulgação

O presidente da Câmara, Pio Mielo, anunciou que a criação da TV Câmara, que vai ao ar na próxima terça-feira (04/01) “A criação da TV Câmara de São Caetano do Sul era um sonho antigo. Agora, enquanto presidente do Legislativo, esse sonho virou realidade, que já será visto na próxima Sessão Ordinária, a primeira deste ano, no dia 4 de fevereiro, terça-feira. Mais um canal de comunicação criado com o propósito de aproximar ainda mais o cidadão e a Câmara Municipal de São Caetano do Sul. Prestando um serviço de comunicação de interesse público, priorizando sempre a transparência e a imparcialidade das informações”, anunciou o presidente da Câmara Municipal de São Caetano do Sul, professor Pio Mielo.

Idealizada por Pio Mielo, a webTV será transmitida no Facebook, YouTube e Instagram, com uma programação semanal de vídeos, composta pelos programas: ‘Cidadão Pergunta’, que vai ao ar todas as quartas, às 17h, em que a população fará questionamentos sobre o dia a dia do Legislativo; ‘Como Faz’, às quintas, às 17h, e abordará sobre os serviços públicos que a Câmara e a Prefeitura oferecem e o passo a passo para ter acesso; ‘Acontece na Câmara’, às sextas, às 17h, com resumo de tudo o que aconteceu durante a semana, como resultado de votações de projetos aprovados pelos vereadores; e as ‘Transmissões ao Vivo’ de todas as sessões e audiências públicas, além de uma programação sazonal de mini documentários.

De acordo com Pio Mielo, tudo, desde a redação, produção, pós-produção e divulgação, é desenvolvido dentro do Legislativo, graças a uma parceria entre a Diretoria de Comunicação e a Diretoria de Tecnologia da Informação da Câmara Municipal, sem qualquer tipo de terceirização. “Estamos utilizando a estrutura já existente e funcionários da Casa, não gerando custos extras. É a economicidade aliada à prestação de serviços. A TV Câmara não tem dono. O dono da TV Câmara é o povo; é o cidadão que paga os impostos. Um projeto inovador que ficará para as próximas legislaturas”, celebrou.