Pessoas desaparecidas viram tema de audiência pública na Alesp

 Evento é organizado pelo deputado estadual Luiz Fernando (PT-São Bernardo) e visa debater ações para ajudar famílias; de 2016 a 2016 sumiram 700 mil pessoas

 

 pessoas desaparecidas
Evento é organizado pelo deputado estadual Luiz Fernando (PT-São Bernardo) e visa debater ações para ajudar famílias. Foto: Divulgação

 

Pessoas desaparecidas” viram tema de audiência pública a ser realizada na próxima segunda-feira (24/06), às 14h, na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo). Um estudo realizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostra que entre 2006 e 2016 sumiram no Brasil cerca de 700 mil pessoas, sendo 242.568 somente no Estado de São Paulo.

No ABCD, também há problemas. Em Diadema, por exemplo, desaparecerem no ano passado mais de 100 pessoas. Todos os casos foram registrados BOs (Boletins de Ocorrência) em delegacias.

O evento na Alesp, batizado como Vitrine dos Desaparecidos, é organizado pelo deputado estadual Luiz Fernando Teixeira (PT-São Bernardo). A audiência contará com a participação de algumas organizações, entre elas Mães da Sé e Mães em Luta Instituto Ímpar.

O debate sobre o tema visa buscar medidas que agilizem respostas às famílias.

Acredito que em muitos aspectos o Estado tem de ser responsabilizado, principalmente quando agentes públicos dão informações erradas ou equivocadas. Eu imagino a dor sem fim desses familiares e amigos, principalmente das mães, das quais muitas transformaram sua dor, seu luto, em uma luta. Quando a pessoa falece você sabe onde estão seus restos mortais, a história tem um fim, mas quando o ente querido desaparece, a dor não tem fim. E, em muitos casos, o Estado tem como dar resposta”, afirmou o deputado Fernando.

A intenção do deputado também é criar uma Frente Parlamentar da Pessoa Desaparecida na Alesp que terá atuação permanente nessa questão.