Pedrinho Botaro é eleito presidente da Câmara de Sto.André com 18 votos

 PT ficou com três cargos na Mesa Diretora; um tucano e um petista causam polêmica durante a votação

 

pedrinho botaro
Pedrinho Botaro é eleito presidente para o próximo biênio (2019-2020). Foto: Gislayne Jacinto

 

O vereador de Santo André Pedrinho Botaro (PSDB) foi eleito presidente da Câmara de Santo André nesta terça-feira (04/12) com o voto de 18 dos 21 parlamentares. O PT terá três dos cinco cargos na Mesa Diretora. Bete Siraque (PT) será vice-presidente, Alemão Duarte (PT), primeiro secretario, e Luiz Alberto (PT), terceiro secretário. O vereador Ronaldo de Castro (PRB) ficou com a segunda secretaria.

O vereador Professor Minhoca (PSDB) e Willians Bezerra (PT) causaram polêmica durante a votação. “A estrela do PT está se tornando azul e o tucano vermelho”, afirmou Minhoca, ao se recusar a votar em petistas. Votou em Pedrinho para presidente, nele mesmo para vice, Fumassa (PSDB) para primeiro secretário, Ronaldo de Castro para segundo secretário e Roberto Rautemberg (PRB) para terceiro secretário.

O petista Willian afirmou que uma resolução nacional do PT não permite fazer composição com o PSDB e que se sentia envergonhado de seus companheiros de bancada votar na chapa encabeçada por um tucano. Willians votou apenas em petistas: Bete Siraque para presidente, Luiz Alberto para vice, Eduardo Leite para primeiro secretário, Alemão Duarte para segundo secretário e nele mesmo para terceiro secretário.

Dois vereadores não votaram: Sargento se absteve por considerar a chapa “uma vergonha”. Elian Santana (SD) estava ausente porque encontra-se presa na carceragem da Polícia Federal acusada de participar de fraudes no INSS. Os vereadores do PPS votaram em Pedrinho, mas excluíram os nomes do PT.

Ao ser questionado se a aliança com o PT traz desgaste, Pedrinho Botaro negou. “É questão meramente técnica. Não estamos falando na direção da cidade ou disputa por ideologia, e sim da administração da Casa. Isso não interfere em nada a questão de ideologia partidária”, disse.