Paulo Serra assina contrato de US$ 50 milhões para obras no Cassaquera

Financiamento de US$ 50 milhões vai viabilizar construção de piscinão no Parque da Juventude

 

Financiamento de US$ 50 milhões é assinado pelo refeito Paulo Serra para obras no complexo Cassaquera, além da construção de piscinão no Parque da Juventude. Foto: Divulgação/PSA

 

O prefeito de Santo André, Paulo Serra, esteve em Brasília nesta segunda-feira (30/12) para assinar contrato de financiamento de US$ 50 milhões junto ao CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina). Os recursos serão utilizados nas obras do Complexo Viário Cassaquera e na construção do piscinão do Parque da Juventude Ana Brandão.

“Temos duas prioridades com esse contrato, promover o combate às enchentes que assolam bairros na região da Vila América há pelos menos duas décadas e fortalecer um novo eixo econômico, melhorando a mobilidade na avenida Luiz Ignácio de Anhaia Mello, por meio do Complexo Viário Cassaquera”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

A assinatura do contrato ocorreu na sede do CAF na capital federal e contou com a presença do representante do banco, Jaime Holguin, e da procuradora da Fazenda Nacional, Sônia de Almendra Freitas Portella Nunes.

“Em Santo André, as obras irão impactar vários bairros e melhorar a mobilidade tanto interna quanto em corredores de ligação com municípios vizinhos. São intervenções que mudam, de forma definitiva, a qualidade de vida das pessoas em uma cidade”, destacou o representante do Banco de Desenvolvimento da América Latina, Jaime Holguin.

A construção do Complexo Viário Cassaquera contempla a criação de um novo sistema viário na avenida Luiz Ignácio de Anhaia Mello até a rua Fernando Costa, melhorando a ligação da avenida Giovanni Batista Pirelli com a avenida Valentim Magalhães, criando uma nova opção para os motoristas que queiram acessar o Rodoanel.

A nova estrutura da via será composta por duas pistas (de três faixas cada) e sete travessias sobre o córrego Cassaquera, que será canalizado em um trecho de 1,7 quilômetro, o que vai melhorar o escoamento de águas de chuva e minimizar possíveis alagamentos na região.

Principal obra de drenagem de Santo André nos últimos anos, o piscinão subterrâneo que será construído no Parque da Juventude Ana Brandão terá capacidade média para armazenar 264.225,49 m³ de água, minimizando os riscos de transbordamento do córrego Guarará, na avenida Capitão Mário Toledo de Camargo.

Cerca de 125 mil pessoas que moram na região da Vila América serão beneficiadas com a construção do piscinão, que vai combater enchentes em bairros como Jardim Ipanema, Jardim Irene, Jardim Santa Cristina, Jardim Santo André, Parque João Ramalho, Vila Helena, Vila Humaitá, Vila Junqueira, Vila Lutécia, Vila Luzita, Vila Pires, Vila Suíça e Vila Tibiriçá.

O empréstimo do CAF também será utilizado para melhorias no sistema de resíduos sólidos e no sistema de monitoramento de chuvas da cidade, por meio de projetos que ainda estão em fase de elaboração.

Com a assinatura do contrato de financiamento realizada nesta segunda-feira, os próximos passos envolvem licitações e obras, todas sob responsabilidade do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André). A primeira intervenção que será viabilizada com o empréstimo de US$ 50 milhões é a construção do Complexo Viário Cassaquera.

A licitação para definir a empresa que será contratada pelo Semasa para construir o complexo viário foi publicada pela autarquia em 20 de novembro, com previsão de abertura das propostas no dia 10 de janeiro. Também em janeiro, serão abertas propostas dos contratos de gerenciamento e de supervisão de obras, item que é uma exigência do CAF.

Ao longo do ano que vem serão abertas outras licitações, entre elas a concorrência para elaboração do projeto executivo do piscinão do Parque da Juventude, etapa necessária para a realização da obra.

 

1 Comentário

  1. Prefeito Paulo Serra, aproveitando que o seu governo está deixando a cidade mais endividada. Por que Vcs não compram frascos de aspiração para a rede de ar comprimido do chm? Tenho familiar internada lá e nem frasco de aspiração vácuo existe no hospital. Vergonhoso para uma cidade tão rica como Santo André.

Comments are closed.