Pastor de Mauá morre 42 dias após esposa falecer

Casal conviveu junto durante 60 anos e tristeza tomou conta do religioso após partida da mulher, que era uma missionária

 

Pastor de Mauá Antonio Ribeiro morre 42 dias após esposa falecer. Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

O pastor Antonio Ribeiro da Igreja ADMauá faleceu nesta semana 42 dias depois que sua esposa, a missionária Terezinha Ribeiro, morreu. O casal conviveu junto durante 60 e ele teria se abatido muito após a morte da companheira de muitos anos. O religioso foi ao óbito depois de ter ido um  infarto.

O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), emitiu uma nota de pesar pela morte e ressaltou a história de amor de Antonio e Terezinha.

“É com muito pesar que informo que o pastor da igreja ADMauá, do Jardim Zaíra, Antônio Ribeiro faleceu de infarto. Dizem que a tristeza tomou conta dele após a morte de sua esposa, a missionária Terezinha Ribeiro, com quem era casado há 60 anos. Os dois morreram com apenas 42 dias de diferença e a história de amor dos dois é exemplo para todos os casais, inclusive para o seu filho, pastor Adelino e sua nora Genilda. É difícil se conformar com a perda de alguém que se ama tanto, mas o pastor Antônio Ribeiro está no céu ao lado de quem ele mais sentiu falta”, afirmou o prefeito.

Atila decretou luto oficial na cidade por três dias (20, 21 e 22 de agosto). A Igreja ADMauá também emitiu nota. “Patriarca da família Ribeiro, desbravador do atual ministério presidido por seu filho Pr. Presidente Adelino Alves Ribeiro e vice-presidente Pr. Helton Ribeiro, nosso querido Pr. Antonio deixa um legado de grande fé e sabedoria, acompanhado de grande humildade e amor a obra”, afirmou nota de pesar da ADMauá.