Para não ter lockdown em SP, Bruno Covas cria rodízio de carros restritivo

A partir de segunda-feira, carros com placas de final par só poderão rodar em dias pares e veículos com final ímpar, nos dias ímpares

 

A partir de segunda-feira, carros com placas de final par só poderão rodar em dias pares e veículos com final ímpar, nos dias ímpares. Foto: Divulgação

 

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou nesta quinta-feira (07/05) um rodízio de veículos mais restritivo na Capital paulista, a partir desta segunda-feira (11/05). A medida é para evitar um lockdown.

‘Momentos extremos exigem medidas extremas. Essa é uma medida necessária para que a gente evite ter de decretar o lockdown na cidade de São Paulo”, afirmou o prefeito durante coletiva de imprensa virtual.

O prefeito informou que a partir da semana que vem veículos com placas de final par (0, 2, 4, 6 e 8)  só poderão rodar em dias pares e veículos com final ímpar (1, 3, 5, 7 e 9), nos dias ímpares. A medida vale para toda a cidade, não apenas o centro expandido, durante 24 horas, inclusive sábados e domingos.

Os táxis são isentos assim como veículos de imprensa cadastrados, mas os aplicativos de transporte terão de rodar nos seus dias de placas, ou seja, par ou ímpar. O mesmo vale para funcionários de padarias, supermercados, pet shops, lotéricas e demais funcionários de serviços comerciais.

De acordo com Bruno Covas, haverá exceção aos profissionais de saúde e agregados (técnicos, enfermeiros, funcionários que trabalham em hospitais).

O prefeito explicou que a medida é porque as mortes têm aumentado, Os óbitos pela Covid-19 totalizam 1.910 na capital, com 23.187 casos. A taxa de isolamento também diminuiu e hoje está em 48%. O índice ideal é de 70%.

A Prefeitura determinou que a partir de segunda haja ampliação da frota de ônibus na cidade, um total de mil veículos a mais.

“A partir de segunda-feira (11), teremos mil ônibus acrescentados na rede municipal de transporte e mais 600 que ficarão nos bolsões, para caso a SPtrans observe a necessidade, eles sejam incrementados”, afirmou o prefeito.