27 de maio de 2022

Pai tira a vida do próprio filho após perder guarda da criança

Mais visitadas

Após cometer o crime, o homem também tirou sua vida e deixou carta explicando a razão do homicídio

pai e filho
Pai tira a vida do próprio filho após perder guarda da criança. Foto: Reprodução/TV Record

Um pai, de 40 anos, tirou a vida do próprio filho, de 10 anos, na manhã de domingo (08/05), na rua Santa Teresa de Jesus, na Vila Constança, Zona Norte de São Paulo. Após cometer o crime, o homem também tirou sua vida e deixou uma carta na qual disse que tomou tal atitude porque queria a guarda compartilhada da criança

O pai, identificado como Jhoathan João Pelepenko, residia em Santa Catarina, e teria vindo para a capital paulista para ficar um dia com o filho Johan Nijon Pelepenko.

O agressor havia se separado da mãe de seu filho há um ano e se mudou para outro Estado e conseguiu a guarda compartilhada. No entanto, após batalha judicial, a mãe de Johan obteve a guarda unilateral do filho.

Neste sábado (07/05), o homem voltou para São Paulo e disse que queria ver o filho e combinou passar o dia que antecede o Dia das Mães com a criança. A mãe autorizou e levou Johan até o local combinado.

Para o desespero da mãe, Jhoathan telefonou para ela e fez ameaças. Disse que se a guarda compartilhada não retornasse, tiraria a vida do filho.

De acordo com a Polícia, primeiramente, a mulher acionou a recepção do North Palace Hotel, onde ambos estavam hospedados, mas como não obteve retorno sobre o pedido de averiguação no quarto, chamou a Polícia Militar, que solicitou ao porteiro que entrasse em contato com o quarto dos hóspedes. Como ninguém atendeu, os agentes foram até o quarto e arrombaram a porta.

No local, localizaram com pai e filho com marcas de disparo de arma. Os dois já estavam sem vida.

O homem deixou uma carta de despedida na qual informou que a razão do crime foi a disputa com a ex-mulher que envolvia a guarda do filho.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado disse que o caso foi registrado como homicídio e suicídio no 73º DP (Jaçanã) e encaminhado ao 39º DP (Vila Augusto), onde é investigado. “Detalhes serão preservados em função da natureza da ocorrência”, concluiu a nota.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações