Núcleo de Inovação Social de Sto.André realiza 3º Café Solidário

Evento divulgou o trabalho realizado em 2019 e inaugurou o Bazar Solidário

 

 

Evento divulgou o trabalho realizado em 2019 e inaugurou o Bazar Solidário. Foto: Divulgação/PSA-Alex Cavanha

 

O Núcleo de Inovação Social de Santo André (NIS), presidido voluntariamente pela primeira-dama Ana Carolina Barreto Serra, realizou nesta quinta-feira (5) o 3º Café Solidário. O evento tem como objetivo apresentar o trabalho realizado durante o ano e arrecadar fundos para as ações sociais no município através do Bazar Solidário com produtos feitos por alunos e professores do Fundo Social de Solidariedade.

Com a presença do prefeito Paulo Serra, os convidados assistiram a uma apresentação com a prestação de contas do Núcleo de Inovação Social e participaram de sorteios com brindes cedidos por empresas parceiras. Além do café, houve apresentação musical com o cantor Kim (Joaquim Neto) e Claudio Caruzo.

“Nesta terceira edição do Café Solidário nós destacamos a expansão das atividades e do atendimento do Fundo Social de Solidariedade, além das quatro lojas do Santo André Solidário, a Feira da Fraternidade e a expansão do Banco de Alimentos, que está atendendo 100 entidades sociais do município. Sem dúvida o nosso objetivo maior é deixar os cursos de qualificação profissional mais próximos do andreense”, afirmou a primeira-dama e presidente do Núcleo de Inovação Social, Ana Carolina Barreto Serra.

Entre as ações realizadas pelo NIS estão a Campanha do Agasalho, que neste ano recebeu mais de 190 mil peças, as Lojas Santo André Solidária, que desde a abertura já receberam mais de 79 mil itens e o Banco de Alimentos, que até o final de outubro recebeu mais de mil toneladas de alimentos, produtos de limpeza e higiene. Também fazem parte das iniciativas a Praça da Cidadania, o Moeda Verde, que troca 5 kg de materiais recicláveis por 1 kg de hortifruti, e o Moeda Pet, lançado no dia 1º de dezembro, que troca 1 kg de garrafa pet por 1 kg de ração. Outro destaque são os cursos gratuitos do Fundo Social de Solidariedade, que já formaram mais de 2.000 munícipes.

“Estamos com a sensação de dever cumprido, porque foi um ano muito importante para a gestão, tudo o que havia sido plantado nos primeiros dois anos a gente começou a colher com mais intensidade neste ano e vemos no dia-a-dia que as pessoas cada vez mais sentem a mudança na qualidade de vida, no cuidado com a cidade, nos investimentos que agora começam a sair do papel e começam a melhorar a vida de quem mora em Santo André”, afirmou o prefeito Paulo Serra.