10 de agosto de 2022

Nova integração em Diadema permite descer de ônibus e pegar outro gratuitamente

Mais visitadas

Sistema de integração temporal já está valendo nas 24 linhas municipais

ônibus de diadema
Nova integração em Diadema permite descer de ônibus e pegar outro gratuitamente usando o cartão SOU. Foto: Divulgação

A implantação do sistema de integração temporal em Diadema já foi concluída e agora ela está valendo para todas as 24 linhas municipais.

A integração permite ao usuário descer de um ônibus e pegar outro gratuitamente em qualquer ponto de parada, desde que esteja usando o cartão SOU.

Essa integração pode ser feita em qualquer sentido de direção. Durante a semana o prazo para pegar outro ônibus é de 60 minutos, tempo que sobe para 90 minutos nos domingos e feriados.

Antes, a integração só era possível nos terminais. “A integração temporal reduziu o tempo de viagem e o deslocamento ficou mais barato, pois só é paga uma única tarifa”, disse Osvaldo Misso, secretário de Mobilidade e Transporte.

Ele também lembrou que a tarifa do Cartão SOU não é reajustada há três anos, e que não há previsão de aumento no decorrer deste ano.

O secretário disse que os testes feitos durante as últimas semanas mostraram que o sistema está operando como deve. “Não esperamos problemas, mas vamos fazer um acompanhamento de perto para, se precisar, fazer os ajustes necessários”, comentou.

Cartão SOU

A compra de créditos pode ser feita pelo aplicativo Cittamobi ou nos pontos de recargas estão sendo abertos na cidade, que são estes:

– loja SOU Diadema, Rua Graciosa, 125, no Centro

– terminais Diadema e Piraporinha

– auto-atendimentos no Shopping Praça da Moça e no Shopping Diadema, no Serraria

– Padaria Souzela, Av. NS dos Navegantes, 737, Jd. Eldorado

– Padaria Navegantes, Av. Antonio Sylvio Cunha Bueno, 533, Jd Inamar

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações