Motorista de Uber de Mauá é agredido por passageiro com soco e pontapés

Vítima se recusou a transportar entorpecentes em seu veículo

 

Motorista de Uber de Mauá é agredido por passageiro com soco e pontapés. Foto: Arquivo pessoal

 

O motorista de Uber Wellington Gomes foi agredido por um passageiro após se recusar a transportar drogas em seu veículo. De acordo com o motorista, no último dia 16, ele foi acionado pelo aplicativo por um casal para fazer uma corrida ida e volta do Parque São Vicente à Vila Magini. Quando chegou até o local suspeitou que se tratava de um ponto de drogas, pois havia movimentação de pessoas.

Gomes se sentiu incomodado quando o passageiro desceu do carro e deixou a namorada dentro do veículo. Quando o usuário do Uber retornou para o veículo, o motorista de aplicativo perguntou se ele carregaria algum ilícito dentro de seu carro, mas o passageiro negou e afirmou que foi apenas levar um dinheiro para um amigo.

Após retornarem para o Parque São Vicente, o casal desceu do carro e bateu a porta com força e o motorista questionou. Neste momento, o homem confessou que foi pegar drogas.

O condutor do Uber não gostou do fato e questionou a conduta do casal. Neste momento, o passageiro deu um soco que  provocou a queda do motorista no chão. A vítima ainda levou vários pontapés no rosto, nas pernas e nos braços, causado o deslocamento de um braço e a fratura de um dedo.

O motorista pediu socorro e foi levado para um atendimento médico. Posteriormente, registrou um BO (Boletim de Ocorrência).

 

Uber Wellington Gomes foi agredido por um passageiro e deslocou braço e quebrou dedo. Foto: Arquivo pessoal