17 de setembro de 2021

Morando entrega EMEB Aluísio de Azevedo após reforma e ampliação

Mais visitadas

Intervenção demandou R$ 18,5 milhões em investimentos; unidade atenderá a comunidade escolar da região em período integral, dentro do Programa Educar Mais

Prefeito Orlando Morando entrega EMEB Aluísio de Azevedo após reforma e ampliação. Foto: Divulgação/PSBC-Ricardo Cassin

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, entregou, na tarde desta segunda-feira (24/05), a EMEB Aluísio de Azevedo, a última das obras abandonadas herdadas e concluídas pela administração atual. Localizada no Jardim Calux, a unidade de ensino passou por amplo processo de reforma e ampliação para atender a comunidade escolar da região em período integral, dentro do Programa Educar Mais. A intervenção demandou R$ 18,5 milhões em investimentos oriundos do Tesouro Municipal.

Durante visita à unidade de ensino, o chefe do Executivo destacou que a EMEB Aluísio de Azevedo estava com obras paralisadas desde 2013 e que, para a retomada das intervenções, foi necessário realizar nova licitação, além de diagnóstico para avaliar os danos causados à estrutura devido aos anos de abandono. “Essa entrega sela o fim das várias obras paralisadas que herdamos na gestão passada, como é o caso do Piscinão do Paço, os viadutos, outras escolas, o prédio onde hoje é a Fábrica de Cultura – Bruno Covas. Como gestor público, sei que, tão importante quanto começar e concluir uma obra nova, é dar prosseguimento às obras abandonadas, porque sabemos a diferença que elas fazem na vida das pessoas”, observa.

A reforma e ampliação da EMEB Aluísio de Azevedo teve início no fim de 2019 e foi concluída em dezembro de 2020. “Optamos por adiar a entrega, porque não fazia sentido inaugurar uma escola sem aulas presenciais, por conta da pandemia. A partir da retomada gradual das atividades, pudemos dar vida a esse prédio, além de zerar a fila de espera por creche nessa região”, ressalta o chefe do Executivo. No total, a unidade de ensino conta com 529 alunos matriculados na Educação Infantil (com idade entre zero e 5 anos), além de 58 profissionais da Educação, 15 colaboradores da equipe de limpeza e três cozinheiras.

“A partir das melhorias realizadas, teremos um enorme ganho para a comunidade com a implantação do período integral para todas as crianças da EMEB Aluísio de Azevedo. No total, temos 26 EMEBs dentro do Programa Educar Mais, que oferece desde ensino de robótica até o segundo idioma para nossos estudantes. É mais um sonho concretizado, um momento histórico”, destaca a secretária de Educação, Silvia Donnini.

MELHORIAS REALIZADAS – As intervenções executadas contemplam desde recuperação e adequação dos dois edifícios já existentes como ampliação da estrutura, com a construção de mais um prédio contendo quatro bibliotecas interativas, 18 salas de aulas, quatro berçários com lactários, dois ateliês, brinquedoteca, anfiteatro, playground, parque e tanques de areia, sala de informática, duas salas especiais, jardins, refeitório e cozinha, pátios internos e externos, sala dos professores, administração, estacionamento, sanitários, vestiários para funcionários e área técnica para elétrica e hidráulica. O projeto também conta com rampa de acessibilidade e elevadores, além de paisagismo e pintura.

Inaugurada em 1974, a unidade de ensino foi projetada por Paulo Mendes da Rocha, um dos maiores nomes da arquitetura brasileira e mundial. Paulo morreu neste domingo (23/05), aos 92 anos. O projeto da Emeb Aluísio de Azevedo começou a ser feito em 1972, e se destaca como uma referência na arquitetura escolar, já que possui o conceito de planta aberta, com pátios de sol e interface entre os ambientes interno e externo e passagem de luz natural.

RETORNO DAS AULAS PRESENCIAIS – As aulas presenciais na rede municipal de São Bernardo, que precisaram ser paralisadas por conta da pandemia causada pelo Coronavírus, foram retomadas na segunda-feira (17/05). Neste primeiro momento, seguindo os critérios estabelecidos pelo Plano São Paulo, do Governo do Estado, a capacidade máxima de ocupação é de 35% das matrículas e o modelo adotado é o híbrido, no qual os estudantes realizam atividades tanto na unidade de ensino quanto em casa. A presença não é obrigatória.

CARTÃO MERENDA – Até que as aulas presenciais sejam 100% retomadas em São Bernardo, a Prefeitura manterá o Cartão Merenda, benefício de R$ 85 mensais válidos para a compra exclusiva de alimentos. O auxílio foi criado para garantir a segurança alimentar dos 82 mil alunos da rede municipal durante a pandemia. Até o momento, foram realizadas 14 recargas, com investimento total de R$ 98 milhões.

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações