19 de junho de 2021

Morador grava vídeo e diz que UPA de Mauá jogou oxigênio fora, mas Paço nega

Mais visitadas

De acordo com a Prefeitura, houve manutenção nos tanques de armazenamento  da UPA Barão de Mauá; ex-prefeito Atila questiona versão do governo

 

 

Um vídeo que circula nas redes sociais supostamente de desperdício de oxigênio na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Barão de Mauá, no bairro São João, causou muita polêmica na cidade neste domingo (21/03). A gravação viralizou na internet porque o país enfrenta grave crise para enfrentar a pandemia do novo coronavírus.

Dois vídeos foram gravados nos quais o morador critica o fato. “Como que falta oxigênio em certos hospitais e em outros lugares está sobrando?  Estão jogando oxigeno fora”, afirma o morador que gravou o vídeo.

A Prefeitura de Mauá  nega e diz que houve um trabalho de manutenção nos tanques de armazenamento nos tanques. “A imagem que circula nas redes sociais está relacionada ao trabalho de ampliação da capacidade de armazenagem de oxigênio da UPA Barão de Mauá, realizado pela empresa White Martins, responsável pelos tanques. Para efetuar a troca, foi necessário utilizar hidrogênio líquido para resfriar os tanques”, afirmou por meio de nota.

O ex-prefeito de Mauá Atila Jacomussi disse que lamenta o fato e acha que houve mesmo um vazamento de oxigênio por conta de algum incidente. “A Prefeitura não quer assumir o erro e está tentando ocultar a verdade. Provavelmente, houve um erro no abastecimento, com algum problema no bico ou falha humana. Se houvesse manutenção, os funcionários tinham sido informados previamente. As imagens falam por si”, afirmou.

Morador grava vídeo e diz que UPA de Mauá jogou oxigênio fora, mas Paço nega. Foto: Divulgação

 

Visita  

Na tarde deste sábado (20/03), o prefeito de Mauá, Marcelo Oliveira, visitou a UBS (Unidade Básica) São João, que fica no mesmo bairro da UPA. Esse foi o primeiro fim de semana que a UBS abriu para ajudar a aliviar o atendimento nas quatro UPAs da cidade. Agora, são três unidades com a missão de ajudar a evitar aglomerações e separar pacientes com casos mais e menos graves da Covid. No fim de semana passado, já haviam sido abertas as UBSs Zaíra 1 e Vila Magini em caráter experimental – 336 pessoas deixaram de ir às UPAs. O funcionamento, aos sábados e domingos, é das 7h às 19h.

Neste primeiro dia da nova ação, o local atendeu 99 pessoas. Desse total, 53 eram de pacientes sem sintomas da Covid. Os sintomáticos respiratórios representaram 46, sendo que sete deles testaram positivo.

A UBS São João fica localizada em área com cerca de 46 mil habitantes, segundo estimativas do IBGE, e em uma das principais vias de ligação de bairros ao centro da cidade, a Avenida Barão de Mauá. “Estamos fazendo todos os esforços para salvarmos vidas em nossa cidade, ampliando a capacidade de atendimento de urgência e emergência, e não apenas a pacientes com Covid. Além disso, trabalhamos para aumentar o número de leitos de UTI e de enfermaria. Tudo o que estiver ao nosso alcance, vamos fazer”, afirmou o prefeito.

 

Prefeito Marcelo Oliveira foi até a unidade de Saúde no bairro São João. Foto: Divulgação/PMA

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações