Morador de Diadema é vice-campeão mundial no Patins Street

Mais visitadas

Desafio para quem executa a modalidade é superar rampas, corrimãos e obstáculos com manobras radicais

 vice-campeão mundial no Patins Street
Morador de Diadema é vice-campeão mundial no Patins Street. Foto: Divulgação

O patinador Danilo Senna, de 16 anos, conquistou medalha de prata, na modalidade Patins Street, no World Skate Games 2022, que acontece na Argentina. O evento encerra no domingo (13/11) e as disputas em 10 categorias contam com a participação de 7.000 atletas de diversos países.

O World Skate Games, realizado de dois em dois anos, é considerado as olimpíadas dos esportes sobre roda. É também a mais importante competição mundial de patins e skate  e, da qual faz parte a categoria Roller Freestyle, onde estão inseridas as modalidades Patins Street, Park e Vert.

Danilo Senna pratica as três modalidades e foi no Patins Street que ele se tornou vice-campeão no World Skate Games. Para chegar a esse título, o atleta participou, este ano, de outros dois torneios – o Campeonato Brasileiro, realizado em Florianópolis (SC), e o Sul-Americano, na cidade de San Juan, também na Argentina – e em ambos ele foi campeão.

“Eu pratico patins há 11 anos e comecei, com menos de seis anos de idade, quando eu pedi para minha mãe comprar um para mim. Daí não parei mais”, conta o atleta.

Sobre a medalha de prata, conquistada no World Skate Games, é com  alegria e orgulho que fala da vitória. “Eu competi com outros 30 participantes, de diferentes países, e foi muito bom ganhar o maior campeonato do mundo na modalidade,afirma.

É também com muito orgulho que Celso Pereira Senna, pai do atleta, fala da vitória alcançada. “Fico feliz e orgulhoso de ver o Danilo conquistando título. Desde que começou no patins ele mostrou muita potencialidade e, com oito meses de treino, participou de um torneio, na cidade de Catanduva, e conseguiu a primeira colocação”, revela.

A evolução do esportista nos patins foi tão rápida que hoje, além de competir como atleta júnior, Danilo também briga por troféus e medalhas  como atleta sênior. Detentor de mais de 31 prêmios, ele também competiu, este ano,  do Winterclash, na Holanda, ficando com a medalha de prata.  “Em 2023 quero participar do Campeonato Brasileiro e voltar, novamente, ao Winterclash, porque ele é um dos torneios mais importantes da Europa”, declara.

Morador do bairro Casa Grande, em Diadema, Danilo treina no Parque da Juventude,em São Bernardo do Campo, onde também estuda o segundo ano do Ensino Médio. Para viver do esporte que escolheu, recebe patrocínio de marcas conhecidas e não pensa, tão cedo, em parar. “Gosto tanto dos patins que vou competir enquanto condições e motivado eu estiver”, finaliza.

Danilo Senna
Desafio para quem executa a modalidade é superar rampas, corrimãos e obstáculos com manobras radicais. Foto: Divulgação/PDA

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações