Mercedes-Benz vai demitir 3,6 mil pessoas e terceirizar parte da operação

Mais visitadas

Sindicato dos Metalúrgicos do ABC informa que fará assembleia na tarde desta quinta-feira para tratar do assunto com os trabalhadores

fábrica da mercedes-benz
Mercedes-Benz vai demitir 3,6 mil pessoas e terceirizar parte da operação. Foto (Richard Kienberger/Mercedes/Divulgação)

A montadora Mercedes-Benz anunciou nesta terça-feira (06/09) que realizará uma reestruturação de sua fábrica de caminhões e chassis de ônibus em São Bernardo. A medida vai resultar em demissão de 3,6 mil trabalhadores, e terceirização de parte da operação.

D acordo com a empresa, a iniciativa para mudanças é por conta da pressão do custo e da transformação da indústria automobilística. A produção de componentes como eixos dianteiros e transmissão média e os serviços de logística, manutenção e ferramentaria estão entre as atividades que serão feitas por empresas contratadas.

“Estamos garantindo a sustentabilidade dos negócios da Mercedes-Benz Caminhões e Ônibus a longo prazo no Brasil”, disse a montadora por meio de comunicado.

A Mercedes-Benz vai demitir cerca de 2,2 mil trabalhadores da unidade de São Bernardo. Além disso, 1,4 mil profissionais não terão seus contratos temporários renovados a partir de dezembro de 2022.  A fábrica tem 6 mil trabalhadores na produção e entre 8 mil e 9 mil no total.

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC informou que sua diretoria esteve reunida com o Sindicato no início da tarde desta terça-feira para dizer que quer abrir um processo de negociação sobre os temas informados no comunicado também divulgado pela montadora. “A direção do Sindicato tem uma assembleia marcada para às 14h desta quinta-feira para todos os trabalhadores na Mercedes. A direção do Sindicato só irá se pronunciar sobre este anúncio após assembleia com os trabalhadores”, afirmou a assessoria de imprensa da montadora.

 

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações