15 de junho de 2021

Mauá vai recontar nesta quinta votos recebidos pelos conselheiros tutelares

Mais visitadas

Eleição aconteceu em 6 de outubro; Prefeitura diz que medida já estava prevista em edital

 

Eleição para conselheiros tutelares no País aconteceu em 6 de outubro. Foto: Divulgação/PRP-Mariana Rodrigues

 

A eleição para os 15 conselheiros tutelares de Mauá passará por recontagem de votos nesta quinta-feira (17/10), a partir das 14h, no Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André e Mauá – Sede Mauá, na avenida Capitão João, 360 Bairro Matriz, Mauá.A Prefeitura informou que a medida já estava prevista em edital (link: http://dom.maua.sp.gov.br/pPublicacao.aspx?ID=28334 )

“No entanto, a comissão eleitoral apurou erros no dia 7. Foram erros de digitação na apuração, portanto, pode haver alteração de alguns candidatos, mas não altera os eleitos e nem suplentes”, informou nota da Prefeitura.

Participação

A eleição para o Conselho Tutelar de Mauá teve a participação de 23.061 eleitores em 6 de outubro, com a escolha de 15 conselheiros titulares, divididos em três regiões da cidade, que tomam posse em 10 de janeiro para o mandato de quatro anos, além da definição do mesmo número de suplentes. Seis candidatos foram reeleitos aos cargos, em um processo que teve a disponibilização de 111 urnas pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), em 19 escolas municipais.

O pleito contabilizou 22.697 sufrágios válidos, seguidos de 44 votos inválidos, 47 brancos e 273 nulos. A candidata mais votada no processo foi Gilda Cristina Araújo Santos Ramos para o Conselho Tutelar I, com a adesão de 1.207 eleitores. Os conselheiros receberão remunerações mensais de R$ 2.600,00. Cada um dos três Conselhos Tutelares conta com cinco representantes titulares.

Renovaram os mandatos como conselheiros Jaqueline Fonseca Silva, Givaneide Gomes Vieira (Conselho I); Amanda Lopes Martins de Oliveira, Maria Aparecida Rodrigues Bessa de Castro (Conselho II); Raimundo Nonato da Silva Filho e Fátima da Silva Miguel Santos (Conselho III).

O número de votantes, porém, ficou abaixo da expectativa de aproximadamente 30 mil eleitores, conforme projetado pela comissão eleitoral, formada por representantes do Prefeitura de Mauá, Câmara dos Vereadores e da Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente.

Outros casos

Em Santo André e Diadema um grupo de participantes também se organiza e pede apuração do MP (Ministério Público) sobre  irregularidades no pleito das duas cidades. As suspeitas diversas são por eventual uso da máquina pública para favorecer candidatos, além de erros na contagem dos votos.

No caso de Santo André, circula nas redes sociais um carro oficial do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) levando funcionários da autarquia para votar na escola Janusz Korczack, na Vila Paraíso.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações