14 de abril de 2021

Mauá manterá UBSs abertas aos fins de semana para aliviar UPAs

Mais visitados

Após considerar bem-sucedida a experiência, realizada pela primeira vez sábado e domingo passados, governo segue com as unidades do Jardim Zaírá 1 e da Vila Magini como apoio às UPAs; possibilidade de ampliação a outras regiões será avaliada

 

Após considerar bem-sucedida a experiência, realizada pela primeira vez sábado e domingo passados, governo segue com as unidades do Jardim Zaírá 1 e da Vila Magini como apoio às UPAs. Foto: Divulgação/PMA-Evandro Oliveira

A Secretaria de Saúde de Mauá iniciou neste fim de semana a fase de testes para ampliar a capacidade de atendimento da rede municipal e ajudar neste momento crítico da pandemia. As UBSs (Unidades Básicas de Saúde) Jardim Zaíra 1 e Vila Magini abriram sábado e domingo passados para darem suporte às UPAs da região. O objetivo da ação, além de desafogar as Unidades de Pronto Atendimento, é identificar previamente os casos mais complicados e menos graves da Covid.

A Secretaria de Saúde considerou bem-sucedida a experiência e decidiu mantê-la para o próximo fim de semana – e já estuda ampliar o serviço para outras UBSs. No primeiro fim de semana, 412 pessoas foram atendidas, sendo que 43 testaram positivo para a Covid – em dois casos, os pacientes apresentaram condições mais graves da doença e imediatamente passaram a receber os cuidados especiais que as UPAs têm a capacidade de fornecer.

Para esse projeto-piloto foram mobilizados 22 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros, pessoal administrativo e auxiliares de farmácia para entrega de medicação aos pacientes.

“Os pacientes passam pela triagem nas UPAs e quem tem sintomas leves é encaminhado para a UBS. Dessa forma, diminui o contato com quem tem a doença em estágio mais grave. Nosso trabalho é voltado para salvar vidas e proteger a nossa população”, explicou o prefeito Marcelo Oliveira, que vistoriou os locais na tarde do sábado (13/03).

Segundo o chefe do Executivo mauaense, a administração municipal tomará medidas não medirá esforços para garantir atendimento mais amplo e qualificado para combater o avanço da pandemia em Mauá. “Estamos buscando todas as alternativas possíveis. Vamos avaliar os resultados da ação e decidir se conseguiremos ampliar o serviço para outras regiões. Agradecemos muito o apoio e a dedicação de cada profissional envolvido neste trabalho na linha de frente”, afirmou o prefeito.

 

 

Mais publicações

1 COMENTÁRIO

  1. O povo fica amontoado nas UPAS porque por exemplo: Magini tem 3consultorios logo na entrada. 1 com médico atendendo, 2 vazios , esperando que um médico entre para atender pacientes. Acaba horário do médico ele se levanta e vai embora, óbvio! Terminou o turno dele! Ai fica tudo vazio! Nessa brincadeira o povo fica tipo duas horas esperando atendimento! Se tivesse médico para atender diminuiria o amontoado de gente!
    UBS, nunca tem vaga, nunca estam marcando consulta pra quem mora nessa ou naquela rua! “Ainda não abriu agenda pra sua rua” sério? Não atendem direito nem durante a semana! Talvez seja falta de médicos! Secretário de Saúde e prefeito não digo que não precisa abrir as UBS como apoio as UPAS! Mas digo que é nessessaria tomar providências para que essas unidades de saúde funcionem de forma adequada…. E não é só na pandemia, isso sempre foi assim!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações