Mauá convida Caixa a comprar folha de pagamento de servidor por R$ 8,5 milhões

 Prefeitura tomou iniciativa porque nenhum banco compareceu na abertura das duas licitações

 

 caixa
Prefeitura vai convidar a Caixa Econômica Federal para continuar gerenciando a folha de pagamento dos servidores. Foto: Divulgação

A Prefeitura de Mauá vai convidar a Caixa Econômica Federal a compra da folha de pagamento dos servidores por R$ 8,5 milhões. A iniciativa foi tomada porque nas duas licitações abertas pela administração nenhum banco compareceu para apresentar proposta.

A Prefeitura vai dispensar licitação, com base na Lei 8666/93, artigo 24, pelo fato de terem dado desertas as duas concorrências públicas. “Faremos um convite à Caixa Econômica Federal, por estar instalada dentro da Prefeitura, mas se a resposta for negativa, faremos o convite a outros bancos no prazo de 5 a10 dias. Se ainda assim não tivermos êxito, a ideia é fazer outro edital com um valor menor”, informou a administração da prefeita em exercício, Alaíde Damo (MDB).

Na primeira licitação, o governo previa arrecadar R$ 12 milhões com a venda da folha e depois esse valor caiu para R$ 8 milhões.

O Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos) de Mauá criticou que “em momento algum” a administração municipal abriu diálogo com os servidores para explicar como seriam aplicados os recursos. “Portanto, o Sindserv espera que a Prefeitura estabeleça critérios sólidos para garantir qualidade no atendimento aos trabalhadores e a redução de taxas para os serviços bancários”, concluiu a nota do sindicato presidido por Josemar Lobo .

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*