16 de janeiro de 2022

Mães mandam a filhos presos no CDP de Sto.André droga e chip de celular

Mais visitadas

Produtos ilícitos estavam escondidos dentro de bola de futebol e pote de manteiga

 

Entorpecentes, além de placas e chips de celulares estavam escondidos dentro de bola de futebol e pote de manteiga. Foto: Divulgação

 

Durante o último fim de semana (26 e 27 de setembro), no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Santo André, os agentes de segurança penitenciária apreenderam duas placas de celular escondidas em meio a correspondências enviadas à unidade prisional.

Em uma das apreensões, uma placa de mini celular e um chip estavam escondidos dentro de uma bola de futebol. Já na segundo flagrante ocorrido no CDP, a placa de mini celular estava em um fundo falso de um pote de manteiga. Nas duas situações os ilícitos foram encaminhados pelas mães de custodiados na unidade, via correspondência.

Os materiais apreendidos foram encaminhados ao 1° Distrito Policial de Santo André para registros de boletim de ocorrência e demais providências cabíveis.

Outras penitenciárias

Na Penitenciária I “Mário de Moura e Albuquerque” de Franco da Rocha, no último sábado (26/09), durante revista realizada nas correspondências encaminhadas à unidade prisional os servidores encontraram 70 filipetas de papel semelhantes à droga sintética K4. O suposto entorpecente estava escondido em um pacote de bolachas, do tipo rosquinhas.

Já na Penitenciária III “José Aparecido Ribeiro” de Franco da Rocha as genitoras de dois sentenciados enviaram ilícitos ocultos em objetos à unidade prisional. No primeiro caso havia 19 gramas de substância semelhante à maconha escondidas em uma barra de sabão em pedra e em tubos de creme dental. A outra apreensão impediu a entrada de 121 micro pontos de pedaços de papel semelhantes ao sintético K4 e uma porção de elemento semelhante à maconha ocultos no interior de balas mastigáveis. Os eventos ocorreram nos dias 25 e 26 de setembro.

Nesta segunda-feira (28/09), o Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Franco da Rocha recebeu um pacote contendo cigarros recheados com material semelhante ao K4. O flagrante ocorreu no momento em que os agentes de segurança faziam a revista na correspondência.

Todos os casos foram registrados por meio de boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia da cidade.

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações