Mãe de Ronaldinho Gaúcho morre de Covid aos 71 anos

 Miguelina Elói Assis dos Santos estava internada desde dezembro do ano passado

 

 

Dona Miguelina Elói Assis dos Santos, mãe do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho. morreu na noite deste sábado (20/02) aos 71 anos vítima da Covid-19. Ela estava internada desde dezembro do ano passado  após agravamento nos sintomas da doença.

Quando a mãe foi internada, Ronaldinho usou as redes sociais para comunicar e pedir para que rezassem por ela que estava na CTI do Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre. “Queridos amigos, minha mãe está com Covid e estamos na luta para que ela se recupere logo. Ela está no centro de tratamento intensivo, recebendo todos os cuidados. Agradeço desde já as orações, as energias positivas e o carinho de sempre. Força mãe”, disse o jogador na época.

O Atlético-MG lamentou a morte de Dona Miguelina e emitiu uma nota de pesar e informou que o clube está em luto e que presta solidariedade ao Ronaldinho que foi campeão da Libertadores pela equipe e é ídolo do Galo.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*