Longa gravado no Hospital de Clínicas de S.Bernardo é destaque

O Homem Cordial, estrelado por Paulo Miklos, teve cenas gravadas no equipamento municipal em julho de 2018

 

O Homem Cordial, estrelado por Paulo Miklos, teve cenas gravadas no equipamento municipal em julho de 2018. Foto: Divulgação

 

Considerado um dos mais modernos hospitais públicos do País e com arquitetura que privilegia a humanização dos ambientes, o Hospital de Clínicas, em São Bernardo, foi uma das locações escolhidas para a gravação do longa-metragem O Homem Cordial, protagonizado por Paulo Miklos e dirigido por Iberê Carvalho. O filme é um dos principais destaques na seção Brasil da 43ª Mostra Internacional de Cinema, que acontece em São Paulo, entre 17 e 30 de outubro, com exibição de 326 títulos.

A gravação do longa-metragem no espaço aconteceu em uma única diária, em julho de 2018, durante a madrugada, para não impactar os atendimentos no local. As cenas foram gravadas do lado externo e na recepção do equipamento, explorando sua arquitetura moderna. Além do ator Paulo Miklos, o filme contou com elenco de peso, formado por nomes como Thaíde, Dandara de Morais, Thalles Cabral, Theo Werneck, Fernanda Rocha, Bruno Torres, Murilo Grossi, Mauro Shames, Felipe Kenji, Tamirys O’Hanna e André Deca.

Na história, Aurélio (Paulo Miklos) é vocalista de uma famosa banda de rock que fez muito sucesso até o final dos anos 1990. Na noite de retorno de sua banda aos palcos, viraliza na internet um vídeo que o envolve na morte de um policial militar. Ninguém sabe o que de fato aconteceu, mas o astro passa a ser alvo de grupos radicais. Aurélio, então, se vê inserido em uma tensa e violenta jornada pelas ruas de São Paulo. Durante uma única noite, encontrará figuras importantes de sua carreira e Helena, uma jovem jornalista determinada a descobrir o que realmente aconteceu.

SERVIÇO

Referência na região, o Hospital de Clínicas é o primeiro equipamento municipal do Brasil a receber a certificação internacional Qmentum, uma das mais conceituadas acreditações em nível internacional, que atesta a excelência dos serviços prestados aos pacientes. A certificação assegura atendimento de requisitos internacionais de governança e boas práticas assistenciais, com cumprimento de diretrizes de qualidade e segurança dos pacientes.

O reconhecimento é reflexo de uma série de melhorias que vem sendo feitas no equipamento desde 2017, como a ampliação das operações do hospital para 100% de sua capacidade – antes o espaço vinha operando com apenas 40%. Além disso, a atual Administração buscou parcerias junto ao governo do Estado e ao Instituto do Coração e para tornar o hospital uma referência estadual em cardiopatias congênitas infantis.