Lauro Michels diz ser fake news áudios espalhados em redes sociais

Voz atribuída ao prefeito de Diadema solicitava ao secretário de Saúde que mandasse comissionados trabalhar na campanha eleitoral após expediente e nos fins de semana

Lauro Michels diz ser fake news áudios espalhados em redes sociais. Foto: Reprodução

 

O prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), negou que os áudios que circulam nas redes sociais sejam sua voz pedindo ao secretário de Saúde, Luiz Cláudio Sartori, que mande os funcionários comissionados fazer campanha depois do expediente e nos fins de semana para o seu candidato a prefeito, Rivelino Pretinho (DEM).

“Não reconheço estes áudios que estão sendo divulgados. Em que pese se tratar de um áudio supostamente fake, em momento algum nos meus 16 anos de vida pública, e no áudio em questão, tratei as pessoas com constrangimento, pois sempre conquistei o apoio com respeito. Eu venho solicitando apoio à campanha do Rivelino Teixeira, o Pretinho, para todas as pessoas do meu convívio, o que é legitimo e faz parte da democracia”, afirmou.

Na gravação espalhada pelas redes sociais, o prefeito teria pedido ao secretário  mais empenho dos comissionados da Saúde. “Claudinho, pelo amor de Deus. Você organiza essa equipe aí. Quero volume da saúde na campanha do Pretinho e da Regina, a partir de já. Terça-feira tem atividade de rua às 17h. Tem atividade de rua todos os dias a partir das 17h com Pretinho e Regina, que esse grupo vai ter que ir. E aos fins de semana também”,  diz a voz atribuída ao prefeito.

Em outro áudio, Lauro teria pedido apoio dos cargos de confiança.  “Cláudio, negócio é o seguinte. Preciso da força dos comissionados seus dar força para o Pretinho. A gente entende que o pessoal é técnico, mas só estão aqui por causa da política, cara. Preciso dessas pessoas ajudando a gente no fim da tarde, preciso que você puxe essa fila”, diz a voz que o prefeito nega ser a dele.

1 Comentário

Comments are closed.