4 de julho de 2022

Lauro Michels anuncia novas moradias e iluminação a LED

Mais visitadas

Construção das unidades habitacionais receberá investimento de 2,5 milhões

 

Prefeito Lauro Michels anuncia novas moradias e iluminação a LED para Diadema. Foto: Divulgação/PDA-Marcos Luiz

 

O prefeito de Diadema, Lauro Michels, anunciou neste sábado (28/09) a construção de 30 novas moradias e iluminação a led durante o Programa Ação Mãos à Obra – A Prefeitura no seu Bairro, realizado das 10h às 14h, na EMEB João José dos Santos – Creche Naval, localizada na Rua Idealópolis, na Vila São José.  O evento reuniu centenas de moradores e marcou a conclusão dos trabalhos executados pelo programa, nos meses de agosto e setembro, no bairro Piraporinha, trazendo mais manutenção aos espaços públicos e melhorias para a região Leste de Diadema.  O Ação Mãos à Obra já está no Canhema e a partir do dia 7/10 entrará na região do Taboão onde permanecerá até o início de novembro.

Lauro Michels fez um balanço das melhorias realizadas no entorno do Núcleo Habitacional Naval – implantação de parque infantil, horta comunitária, ecoponto e construção da creche – e adiantou que o local irá receber iluminação pública com lâmpada de LED. “Vamos trocar as luzes da cidade para esse tipo de lâmpada e os moradores da Rua Idealópolis também serão contemplados. Isso vai trazer mais segurança e beleza para este lugar”, disse Michels.

Outra melhoria anunciada pelo prefeito será a repintura dos 20 blocos de apartamentos já construídos no núcleo e a entrega, no final do ano, de mais 30 novos apartamentos para moradores da região. A repintura custará R$ 350 mil e a construção das moradias cerca de 2,5 milhões. Os apartamentos estão sendo erguidos por meio de um TACC  – Termo de Ajuste de Conduta Construtiva.

Além da pintura nova, os blocos vão receber painéis de arte urbana e também será implantado paisagismo nas proximidades. “Todas essas ações e as já implantadas no Núcleo Naval fazem parte do Programa Bem Viver que estamos realizando em Diadema”, explica a secretária municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sehab), Regina Gonçalves.

O Programa Mãos à Obra, criado em 2017, é coordenado pela Secretaria de Planejamento de Gestão Pública e conta com o envolvimento de todas as secretarias municipais. Cerca de 300 profissionais trabalham na ação, sendo que cerca de 230 deles são bolsistas do Programa Frente de Trabalho.

 

úblico assistiu a performances de dança e as crianças se divertiram nos brinquedos infláveis. Foto: Divulgação/PDA-Marcos Luiz

 

Cultura

O público assistiu a performances de dança e as crianças se divertiram nos brinquedos infláveis que foram levados pela Prefeitura até o local. A meninada também pode assistir a apresentações de peças infantis, enquanto seus pais e outros moradores do bairro tiveram acesso a mais de 35 serviços, gratuitos, oferecidos pelo município à comunidade, como emissão de carteira profissional, recadastramento para o  Bolsa Família, solicitação de tapa buraco e poda de árvores, vacinação contra febre amarela, HPV e meningocócica, testes rápidos de HIV, hepatites virais e sífilis, corte de cabelo, limpeza facial, entre outros.

A dona de casa Erlen Gomes da Silva aproveitou a manhã do sábado para levar as duas filhas, uma de 7 anos e outra de 6 anos, para fazer avaliação e orientação nutricional e oftalmológica. “Eu fiquei sabendo que iam fazer as avalições durante o Ação Mão à Obra no nosso bairro. Então, eu trouxe as minhas filhas, para saber se está tudo bem com elas”, ressalta a munícipes. Já Cícero Sales Barboza de Souza não deixou passar a oportunidade de cortar o cabelo e de fazer os testes de HIV e hepatite. “Além de ficar mais bonito e não pagar pelo corte, aproveitei para saber com está minha saúde”, revela o morador da Vila José.

A professora da Creche Naval quis aprender mais sobre higienização e bactérias. Ela fez do teste da caixa da verdade, que consiste em passar um produto nas mãos e, com isso, se detecta, por meio da ação da luz negra, contida dentro da caixa, se a higienização foi feita de forma adequada. “Foi interessante participar porque aprendi a fazer a higienização certa e isso vai ajudar no meu trabalho aqui na creche”, diz a profissional que  lida com crianças entre 0 e 3 anos.

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações