Ladrões invadem UBS de Sto.André e levam até aparelho de eletrocardiograma

Além de furto de CPUs e monitores, Unidade de Saúde Moysés Fucs foi vandalizada

 

Além de furto de CPUs e monitores, Unidade de Saúde Moysés Fucs foi vandalizada. Foto: Reprodução

 

A Unidade de Saúde Moysés Fucs foi furtada durante o último fim de semana fim de semana. Além de a UBS ter sido vandalizada, foram levados três CPUs, dois monitores e um equipamento de eletrocardiograma.

Esse não é primeiro caso de invasão. Nos três meses, foram registrados vários casos de furtos em escolas e creches, como, por exemplo, a Emeief Maria Cecília Dezan Rocha, de Santo André, em outubro, além da Creche Francisca Zuk, no Jardim Santo André, e as Emeiefs Jardim Irene, no Jardim Irene, e Salvador dos Santos, na Vila Humaitá, em novembro.

Ao ser questionado sobre a questão da segurança nestes locais, a Prefeitura informou que tem reforçado o policiamento. “Informamos que a Guarda Civil Municipal realiza rondas nesta região com o programa Romu (Rondas Municipais) e Romo (Rondas com Motocicletas), além de viaturas setoriais que complementam a atuação das forças policiais junto com a Polícia Militar. Por conta deste fato (Unidade de Saúde Moysés Fucs), as equipes da GCM vão intensificar o patrulhamento nesta área”, informou nota da Prefeitura ao acrescentar que o atendimento na UBS invadida não foi prejudicado.

De acordo com o governo municipal, a Prefeitura de Santo André tem ampliado a vigilância por videomonitoramento na cidade. “Neste ano serão instaladas cerca de 3 mil novas câmeras no município, o que vai multiplicar em dez vezes a capacidade de monitoramento em Santo André. Os cerca de 150 equipamentos públicos da cidade serão contemplados, incluindo todas as unidades de saúde, creches e escolas municipais”, concluiu.