Jair Bolsonaro toma posse e promete restabelecer ordem no País

Novo presidente da República ainda afirmou sobre a necessidade urgente de acabar com a ideologia que defende bandidos e criminaliza policiais, Veja vídeo do desfile

 

jair bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro saúda o povo depois de receber a faixa presidencial. Foto: Rodrigues Pozzebom/Ag Brasil

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), tomou posse nesta terça-feira (01/01) e prometeu “restabelecer a ordem no País”. O capitão da reserva do Exército ainda disse que o Brasil “começou a se livrar do socialismo” e reafirmou sobre a necessidade urgente “de acabar com a ideologia que defende bandidos e criminaliza policiais”.

Durante seu discurso no parlatório do Palácio do Planalto, depois que recebeu a faixa presidencial do ex-presidente Michel Temer (MDB), ainda disse afirmou que vai “tirar o peso do governo sobre quem trabalha e produz”.

Ainda no discurso, Bolsonaro ressaltou que entre seus desafios estão o combate ao desemprego, além do enfrentamento dos efeitos da crise econômica.

“Vamos propor e implementar as reformas necessárias. Vamos ampliar infraestrutura, desburocratizar, simplificar, tirar a desconfiança e o peso do governo sobre quem trabalha e quem produz” disse.

 

jair bolsonaro
Presidente eleito Jair Bolsonaro chega ao Congresso Nacional para a solenidade de posse.Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag Brasil

A posse de Bolsonaro contou com milhares de pessoas de várias partes do País que foram à capital Federal prestigiar o evento. A cerimônia de posse teve início em frente à Catedral de Brasília, às 14h46, onde iniciou o desfile do presidente até a Esplanada dos Ministérios. Bolsonaro estava ao em um Rolls-Royce conversível. O presidente foi ao lado da mulher, Michelle, e do filho Carlos Bolsonaro, vereador do Rio (PSL). Visivelmente emocionado, o presidente acenava para a multidão, que gritava “mito”.

A programação ainda contou com Bolsonaro subindo a rampa do palácio acompanhado da primeira-dama, do vice-presidente e da mulher de Mourão, Paula. Na porta do Planalto, os quatro foram cumprimentados por Temer e Marcela.

Na sequência, Bolsonaro recebeu, às 17h, a faixa presidencial de Temer. Houve a execução do Hino Nacional pela banda do Primeiro Regimento de Guardas e, depois, Temer e Marcela se despediram.

A primeira-dama Michelle também falou por meio de Libras (Língua Brasileira de Sinais. Ela atua em atividades sociais com pessoas com deficiência e falou sobre os momentos difíceis da campanha, principalmente quando o marido sofreu atentado em Juiz de Fora (MG), onde um homem o atingiu com uma faca e o tirou da campanha do primeiro turno. Bolsonaro ficou 23 dias internado.

Veja vídeo de Jair Bolsonaro durante desfile em carro aberto.  Multidão gritava “mito”