Hospital de campanha do Complexo Pedro Dell’Antonia recebe primeiras pacientes

Mulheres foram transferidas das Unidades de Pronto Atendimento Perimetral e Central

 

Hospital de campanha do Complexo Pedro Dell’Antonia recebe primeiras pacientes. Foto: Divulgação/PSA-Angelo Baima

 

Santo André, 17 de abril de 2020 – Inaugurado na última quarta-feira (15) com o objetivo de ampliar os leitos da rede municipal de saúde de Santo André em meio à pandemia de Covid-19, o hospital de campanha do Complexo Esportivo Pedro Dell’Antonia recebeu nesta sexta-feira (17) as primeiras pacientes. As mulheres têm 63, 64 e 69 anos, apresentam quadro de baixa complexidade e foram transferidas em ambulâncias das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Perimetral e Central.

Ao serem admitidas no hospital, as pacientes realizaram exame de tomografia de tórax para que os médicos pudessem acompanhar a evolução de cada quadro. Os leitos destinados a casos suspeitos e confirmados de Covid-19 no Centro Hospitalar Municipal Dr. Newton da Costa Brandão atingiram a ocupação máxima e, por isso, todas as próximas transferências serão direcionadas para o hospital de campanha.

A Secretaria de Saúde reforça que as UPAs e Unidades de Saúde continuam sendo a referência para o atendimento inicial de casos de coronavírus. Os hospitais de campanha funcionarão como retaguarda do serviço público de saúde e os pacientes chegarão, exclusivamente, transferidos por ambulâncias.

hospital de campanha do Complexo Esportivo Pedro Dell’Antonia possui 180 leitos distribuídos em três ginásios e está estruturado para receber pacientes de baixa, média ou alta complexidade. Ainda no mês de abril será entregue o hospital de campanha localizado no Estádio Bruno José Daniel, o que vai garantir reforço de mais 120 leitos.

A Prefeitura de Santo André também está instalando um terceiro hospital de campanha na Universidade Federal do ABC (UFABC). Serão 100 novos leitos, com previsão de inauguração para o começo de maio. Somando todas as entregas, o município vai totalizar 400 novos leitos.