Homem é encontrado morto no bairro Santo Alberto em Santo André

 Polícia suspeita de uso de entorpecentes, porque do lado do corpo havia pinos usados para guardar drogas

 

morto
Polícia localizou um homem morto, na Rua Almada, no bairro Santo Alberto, em Santo André.

 

A Polícia localizou neste domingo (07/07) um homem morto, na Rua Almada, no bairro Jardim Santo Alberto, em Santo André. O corpo foi localizado debaixo de uma marquise de uma UBS (Unidade Básica de Saúde) .

A suspeita dos policiais é de que a causa da morte pode ter sido uso de drogas, pois a Polícia achou do lado do homem pinos que são usados para guardar entorpecentes. No entanto, somente os exames feitos pela perícia cientifica indicarão a causa da morte.

De acordo com a Polícia, o homem, que ainda não foi identificado, tinha sangue na boca, um dos sinais que indicam a possibilidade de overdose. Segundo os policiais, o homem não aparentava ferimentos ou qualquer sinal de violência.

Os moradores da região afirmam que o homem recolhia materiais recicláveis nas ruas do bairro e costuma pedir comida nas casas que ficam perto da UBS.

O caso foi registrado no 2º DP (Distrito Policial), que fica em Utinga).

Outras Mortes

Ao menos três pessoas em situação de rua foram encontradas mortas nesta sexta-feira (05/07) e sábado (06/07), durante a forte onda de frio que atinge a capital paulista. Na madrugada deste sábado, a temperatura alcançou 7,4° graus Celsius (ºC).

Na manha dessa sexta-feira, Gabriel Laffot, de 22 anos, foi encontrado embaixo de uma das escadas do Terminal de Ônibus da Barra Funda, zona oeste da cidade. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, o caso foi registrado como morte súbita sem causa aparente. Foram requisitados exames para determinar a causa da morte.

No Pari, na região central, ainda na sexta-feira, um homem não identificado também foi encontrado morto sem sinais de violência. Ele não tinha documentos.

Neste sábado pela manhã, mais um homem foi achado sem vida pela Polícia Militar em Itaquera, zona leste paulistana. Segundo a corporação, não há indícios de que ele tenha sido vítima de crime.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*