Homem atropela e mata senhora na divisa de S.Bernardo com Diadema

Acidente aconteceu na madrugada desta quinta-feira e motorista se recusou a fazer teste do bafômetro

 

Acidente com carro Renalt Kwid aconteceu na madrugada desta quinta-feira e motorista se recusou a fazer teste do bafômetro. Foto: Divulgação

 

Um homem atropelou e matou uma senhora identificada na manhã desta quinta-feira (5), no Corredor ABD, na divisa de São Bernardo e Diadema. O motorista fugiu sem prestar socorro e foi detido por PMs (Polícias Militares) no estacionamento do hipermercado Extra que fica nas imediações do local do acidente.

A vítima foi levada em estado gravíssimo para o Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André, mas não resistiu aos ferimentos e foi ao óbito.

O condutor do veículo foi levado para o 5º DP (Distrito Policial) para o registro da ocorrência. De acordo com a Polícia, ele disse ser músico e se recusou a fazer exames e teste do bafômetro. O carro que o homem dirigia é um Renalt Kwid.

Identidade de motorista é revelada

A Secretária de Segurança Pública do Estado revelou a identidade do motorista que atropelou e matou uma mulher na manhã desta quinta-feira. Trata-se de Ricardo de Almeida Junior, de 35 anos. Ele foi preso em flagrante após atropelar e matar Rosana Esmerina da Silva, de 46 anos,  por volta das 5h, na avenida Corredor ABD, bairro Jordanópolis.

“A Polícia Militar atendeu a ocorrência e, no local, obteve a informação de que a mulher tinha sido socorrida ao Hospital Estadual Mário Covas, onde a vítima morreu. O condutor do veículo foi encontrado no estacionamento do supermercado. Foram solicitados exames periciais ao IC (Instituo de Criminalística) ao IML (Instituto Médico Legal). O caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo e fuga de local de acidente, no 5º DP de São Bernardo do Campo”, informou a Secretaria de Segurança.

Homicídio culposo ocorre quando uma pessoa tira a vida de outra sem a intenção, por negligência, imprudência ou imperícia.

 

1 Comentário

  1. Mais uma vez a Lei sendo pisoteada e mostrando que a vida humana não vale nada neste país.
    Um vagabundo maldito bêbado que sai a dirigir, já está assumindo o risco de causar acidentes e mortes. Esse imbecil deve ser indiciado por homicídio doloso, assumiu a culpa ao beber e dirigir.

Comments are closed.