Guarda Ambiental de S.Bernardo apreende 9 carros por descarte irregular

 Casos serão encaminhados à Delegacia do Meio Ambiente (Dicma), com aplicação de multas de mais de R$ 3 mil a cada infrator

 

descarte irregular
Guarda Ambiental de S.Bernardo apreende mais 9 carros por descarte irregular. Foto: Divulgação/PSBC

 

 

A Guarda Ambiental de São Bernardo, integrada à GCM (Guarda Civil Municipal), apreendeu um total de oito caminhões e uma máquina de movimentação de terra por descarte e manuseio irregular de restos de materiais de construção civil, entre os dias 11 e 15 de junho. Foram aplicadas multas superiores a R$ 3 mil a cada infrator, por falta de licenças ambientais e atuação em desacordo com licença obtida. Os veículos foram encaminhados ao pátio municipal. Os casos serão encaminhados à Delegacia do Meio Ambiente (Dicma) de São Bernardo.

A primeira apreensão ocorreu na terça-feira, quando um caminhão com materiais provenientes de uma grande construção na região do Centro foi flagrado descartando os resíduos irregularmente em área pública, sem portar qualquer tipo de licença ambiental. As demais ocorrências foram registradas na Avenida Samuel Aizemberg, no Jardim Nazaré, e na Estrada do Ribeirão do Soldado, no Parque Botujuru – considerada área de proteção de mananciais.

As operações foram realizadas pela Guarda Ambiental com apoio das viaturas de área da inspetoria Assunção e da Secretaria do Meio Ambiente e Proteção Animal. No último dia 7, a GCM Ambiental de São Bernardo já havia apreendido em flagrante um caminhão basculante que há meses vinha efetuando o descarte irregular de entulho e restos de materiais de construção civil em Área de Proteção Permanente (APP), na Estrada Basílio de Lima, próximo ao Rodoanel Mário Covas, no bairro Botujuru, segundo relatos de moradores.

Além de ser uma APP, a área escolhida para a ação está situada nas proximidades do canal da Represa Billings e de uma unidade de tratamento de água da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Com capacidade para transportar até 15 m3 de carga por viagem, o caminhão basculante foi apreendido pela guarda e encaminhado para o Pátio Municipal.

 

descarte irregular
Casos flagrados por GCM serão encaminhados à Delegacia do Meio Ambiente, com aplicação de multas de mais de R$ 3 mil a cada infrator. Foo: Divulgação/PSBC

 

PROTEÇÃO AMBIENTAL

Por meio da Guarda Ambiental e das equipes da secretaria de Meio Ambiente e Proteção Animal, a Prefeitura de São Bernardo declarou guerra às ações predatórias em áreas de manancial e de proteção permanente. Em 2017, uma ação conjunta com o Ministério Público (MP) freou de forma efetiva a construção de novas moradias irregulares na região do Pós-Balsa, às margens da Represa Billings,. O acesso de materiais de construção civil à região somente pode ser liberado aos moradores que portarem autorização específica, que deve ser obtida junto à Administração. Desde o início da gestão, a Guarda Ambiental também resgatou 1.647 animais mantidos em cativeiro e sem licença ambiental, que posteriormente seriam comercializadas clandestinamente.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*