Governo Paulo Serra não ouve população em decisões importantes, diz Ailton Lima

 Ex-vereador e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de Santo André, que obteve 50 mil votos em 2016, voltará a disputar a Prefeitura em 2020

 

 

ailton lima
Ailton Lima voltará às ruas nas eleições municipais do ano que vem. Foto: Divulgação/PSD

O ex-vereador e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de Santo André Ailton Lima (PSD), que foi a grande surpresa nas eleições de 2016, ao obter 50 mil votos na cidade e ficar na terceira colocação do pleito, revelou em reportagem concedida ao ABCD Jornal que estará novamente na corrida pelo comando do Paço andreense no ano que vem. Apesar de ter participado da administração de Paulo Serra (PSDB) nos dois primeiros anos do mandato, discorda do método do prefeito governar, pois, em sua opinião, o tucano não ouve a população em decisões importantes. O rompimento de Ailton com o chefe do Executivo foi evidenciado nesta quarta-feira (20/02) quando seus aliados foram todos demitidos da Prefeitura. Veja a íntegra da entrevista:

ABCD Jornal – O que motivou o senhor a voltar a disputar a Prefeitura no ano que vem?

Ailton Lima – A motivação já vem desde a minha primeira eleição em 2004. Desde então, estamos construindo um projeto político juntamente com a população. Acredito que o sucesso nas duas últimas eleições nos credencia muito para uma empreitada importante como esta.

ABCD Jornal – O senhor vai concorrer com a legenda do PSD, partido do qual está filiado?

Ailton Lima – Fui contatado pelo partido que, inclusive, me deu a presidência do diretório na cidade, na última semana. O PSD não abre mão de que em uma cidade do tamanho da nossa não tenha candidato. O partido quer ter uma candidatura majoritária. O partido estava nas mãos do ex-vereador José de Araujo, ou seja, estava com o prefeito Paulo Serra, que fez uma grande maquiagem na legenda. O PSD estava estagnado, infelizmente não cresceu. A partir de agora, farei um trabalho de filiação e vou reconstruir o partido na cidade.

ABCD Jornal – Todos os assessores indicados pelo senhor para atuar neste governo foram demitidos nesta quarta-feira. Como encarou essa atitude da administração?

Ailton Lima – Sim, houve exonerações do pessoal que trabalha mais próximo a mim. Da nossa parte, já era algo esperado, visto que recusei voltar ao governo, tendo em vista, que vou cuidar e dar mais atenção à minha empresa. Encaramos com naturalidade. Faz parte do processo. Nada a reclamar.

ABCD Jornal – O senhor discorda do modo que o prefeito Paulo Serra governa a cidade?

Ailton Lima – Reconheço muita vontade do prefeito em fazer uma boa gestão, porém, caso estivesse no comando da cidade, faria uma administração ouvindo mais a população antes de tomar decisões importantes que impactam a vida de todos. Tenho um estilo de administrar em que gosto de ouvir e me aconselhar com os mais experientes, para tomar decisões mais eficazes e assertivas.

O senhor se refere ao IPTU, por exemplo, em que houve um aumento considerado abusivo pela população e que motivou os moradores a ir para as ruas protestar?

Ailton Lima – No caso do IPTU foi muito claro o equívoco, mas há também o episódio do fechamento simultâneo de sete postos de saúde de uma só vez e sem avisar com alguma antecedência a população, que se sentiu traída.